Manchetes

Novos carros a partir de 2022 vão ter que reduzir emissão de poluentes

Ex.Saúde, Presidente, Governo

Os novos carros comercializados em 2022 devem poluir menos que os vendidos até 2021. Isso porque entrou em vigor, em primeiro de janeiro, a nova fase do programa de redução de emissão de poluentes pelos automóveis. 
A mudança faz parte do ProconVe, o Programa de Controle de Emissões Veiculares, administrado pelo Conama, Conselho Nacional do Meio Ambiente.
A última vez que as fabricantes de automóveis foram obrigados a reduzir as emissões de carbono dos motores foi em 2012 para os veículos pesados; e a partir de 2013 para os carros leves.
As mudanças são acordadas com anos de antecedência e seguem um padrão internacional de redução de emissões de gases do efeito estufa, segundo o IBAMA. A Coordenadora Geral de Gestão da Qualidade Ambiental do Instituto, Rosângela Maria Ribeiro Muniz, ressalta que as novas fases impactam toda a indústria.
A coordenadora do Ibama destacou ainda que o Proconve, ao longo dos 36 anos de existência, já reduziu em 98% a emissão de monóxido de carbono dos automóveis, um dos gases do efeito estufa.
Mesmo com a mudança, cerca de 20 mil veículos devem ser comercializados neste ano com a tecnologia da fase anterior do programa de redução de emissões. O motivo é a falta no mercado de semicondutores usados na fabricação dos carros, que impediu a finalização de parte da frota prevista para 2021. De acordo com o diretor técnico da Anfavea, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Henry Joseph Jr., os veículos não comercializados na fase anterior já estavam previstos.
Segundo o relatório Situação Global do Transporte e Mudança Climática de 2018, elaborado por mais de 40 organizações internacionais ligadas ao tema, os veículos automotores são responsáveis por 14% da emissão de gases do efeito estufa, que é a principal causa do aquecimento global e das mudanças climáticas provocadas no planeta.
Edição: Bianca Paiva / Guilherme Strozi

Maiores altas foram da carne bovina de primeira, do açúcar, óleo de soja, café e do tomate. Para o Dieese, o salário-mínimo necessário para as famílias brasileiras deveria ser de R$ 5.800.

Isso porque entrou em vigor, em primeiro de janeiro, a nova fase do programa de redução de emissão de poluentes pelos automóveis. A mudança faz parte do Programa de Controle de Emissões Veiculares, administrado pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente.

Mais de 77 mil casai9s se separaram oficialmente, é o maior número desde 2007, quando uma lei federal permitiu a realização de separações e divórcios em cartórios.

Foram 2,12 milhões de emplacamentos em 2021, volume 3% maior que o de 2020, mas ainda abaixo das quase 2,8 milhões de vendas em 2019,

A produção nacional do insumo começou em julho de 2021, após a assinatura do contrato de Transferência de Tecnologia com a parceira AstraZeneca. A absorção da tecnologia ocorreu em tempo recorde, cerca de um ano, processo que costuma levar cerca de 10 anos.

Somente na última semana do ano passado foram encontradas mais de duas toneladas e meia da droga saindo por embarcações do Porto de Santos. Os traficantes colocaram a substância em meio a produtos como café, suco de laranja e açúcar, que iam para Europa e África.
Conheça nossos aplicativos nas lojas online da iTunes e Google

source
Conteúdo inicialmente produzido por EBC.

Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.