Saúde

Quais são os melhores probióticos para a saúde vaginal?

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Quais são os problemas?

Como a vagina é um ambiente úmido e escuro, o crescimento excessivo de organismos prejudiciais pode ser um problema sério. Existem três fontes primárias de irritação na área vaginal que podem afetar as mulheres a qualquer momento, mesmo que não sejam sexualmente ativas. Infecções fúngicas, vaginose bacteriana e pH desequilibrado.

Infecções fúngicas ou aftas ocorrem como resultado da variedade de levedura Candida Albicans crescendo fora de controle na área vaginal. A vaginose bacteriana ocorre quando bactérias desconhecidas superam as colônias de bactérias boas que vivem na área vaginal.

O pH desequilibrado pode resultar de qualquer coisa tão simples como usar o sabonete errado, até usar roupas íntimas que não sejam folgadas o suficiente. Embora cada doença seja incrivelmente diferente, seus sintomas podem ser tratados com o uso de probióticos.

Por que tomar probióticos para a saúde vaginal

O equilíbrio de boas bactérias que está naturalmente presente na vagina pode ser facilmente interrompido.

Suplementar com probióticos, particularmente aqueles que contêm as culturas bacterianas essenciais para a saúde vaginal, é uma excelente maneira de garantir que seu corpo sempre tenha as bactérias saudáveis ​​necessárias para manter sua vagina saudável e seu sistema imunológico em boas condições de funcionamento. (fonte)

Como escolher os melhores probióticos para a saúde vaginal

Uma mulher se alongando em um ambiente urbano.

Existem culturas bacterianas específicas que são responsáveis ​​por proteger a vagina e os tecidos periféricos do ataque de leveduras ou bactérias externas nocivas. Ao escolher um probiótico específico para a saúde vaginal, você deve ter certeza de que o produto não apenas contém essas bactérias específicas, mas também que as quantidades são suficientes para seus propósitos.

As culturas bacterianas que demonstraram atingir especificamente as leveduras indesejadas e outros invasores incluem Lactobacillus e Acidophilus. Essas bactérias úteis trabalham em conjunto para criar um ecossistema incrivelmente resistente a leveduras e patógenos indesejados. (fonte)

O que procurar

Algumas empresas podem produzir probióticos alegando serem úteis para a saúde vaginal com base em seu conteúdo de lactobacilos ou acidófilos. Apenas produtos que contenham ambos os tipos de bactérias são úteis para mulheres que procuram evitar infecções ou manter sua flora natural.

O Lactobacillus sozinho foi apresentado no passado como um potente assassino de leveduras, no entanto, essas alegações são baseadas em ensaios clínicos realizados em vacas. (fonte) Uma vez que os testes avançaram para testes em humanos, foi determinado que, por si só, essa cepa bacteriana faz um esforço mínimo para proteger a vagina de patógenos indesejados.

A melhor maneira de usar probióticos para a saúde vaginal

Primeiro, comece avaliando sua necessidade. As mulheres mais jovens que são saudáveis ​​geralmente precisam de menos bilhões de culturas vivas. Mulheres mais velhas e mulheres mais sedentárias produzem bactérias menos saudáveis, portanto, uma dosagem mais alta pode ser necessária.

Além disso, aqueles que enfrentam um problema de saúde, como uma infecção por fungos, podem se beneficiar de uma quantidade maior de culturas vivas.

A diversidade é a chave para fazer os probióticos funcionarem. Quanto mais cepas ativas dentro de cada produto, melhor. Certifique-se de não confundir o número de cepas com o número (em bilhões) de culturas vivas que um produto contém.

As cepas são os diferentes tipos de bactérias úteis presentes, enquanto a quantidade de culturas vivas determina quanto de cada cepa está presente. Enquanto algumas mulheres podem querer tomar apenas uma dose mais baixa de probiótico, como 10 bilhões de culturas vivas, elas ainda devem considerar um produto que tenha muitas cepas ativas diferentes.

A controvérsia

Muitos são céticos sobre os benefícios da ingestão proposital de bactérias vivas. Eles acreditam que a flora saudável se mantém e não requer ajuda externa. Isso é verdade na maioria dos casos, quando um indivíduo é saudável e não tomou nenhuma bactéria que interrompa os medicamentos.

No entanto, nesta era moderna de antibióticos, onde geralmente são prescritos para todos os tipos de doenças, mesmo quando desnecessários, muitos descobriram que seus estoques naturais de bactérias saudáveis ​​estão praticamente esgotados.

As mulheres, em particular, sofrem mais com o uso excessivo de antibióticos porque não é preciso muito para desmantelar completamente a proteção construída pela flora vaginal saudável. Algumas mulheres sofrem de infecções fúngicas recorrentes, mesmo quando não tomam antibióticos há anos, porque suas bactérias úteis não são mais fortes o suficiente para combater as leveduras.

Este vídeo detalha como os probióticos funcionam no intestino para matar bactérias patogênicas:

Avaliações

Atualmente, existem tantas empresas diferentes produzindo probióticos que pode ser difícil decidir qual produto escolher. Mesmo empresas especializadas em saúde feminina podem não produzir suplementos da mais alta qualidade desse tipo, então conhecer um pouco mais sobre o que torna cada produto ótimo é uma boa forma de fazer as melhores escolhas para seu corpo e seu bolso.

Os produtos a seguir são alguns dos mais populares no mercado para lidar com problemas de saúde vaginal.




E o vencedor é…

Em suma, o vencedor claro tem que ser Renew Life Ultimate Vaginal Probiotic. É perfeitamente adequado para mulheres que não estão enfrentando nenhum tipo de infecção vaginal, sendo ao mesmo tempo um suplemento poderoso o suficiente para combater até os casos mais virulentos de crescimento excessivo de fungos.

10 cepas bacterianas distintas fornecem uma gama diversificada de proteção contra leveduras e patógenos indesejados. Ao mesmo tempo, 50 bilhões de culturas ativas dão a essas cepas os números necessários para formar colônias fortes e duradouras. Renew Life Ultimate Vaginal Probiotic é o produto mais completo dos discutidos neste guia.

Mais

Disclaimer – (English version>) This content has been prepared based on information from research, additional publications, or the translation/verification work of a volunteer editor of this web council. This is a non-profit service. It is strongly recommended that all details and information published be carefully verified. We never allow medication recommendations, medication package inserts or any medication guidance. We never allow partisan politics as information.

Isenção de responsabilidade – (versão em português): Este conteúdo foi preparado com base em informações de pesquisas, publicações adicionais ou no trabalho de tradução/verificação de um editor voluntário deste conselho web. Este é um serviço sem fins lucrativos. É altamente recomendável que todos os detalhes e informações publicadas sejam verificadas cuidadosamente. Nunca permitimos recomendações de medicamentos, bulas ou qualquer orientação sobre medicamentos. Nunca permitimos a política partidária como base para checagem. Para mais informações, leia nossos termos.

Conteúdo baseado na seguinte compilação

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.