OTAN deve desbloquear mísseis de longo alcance e aviões para enviar à Ucrânia, diz Zelensky


Ele relata que fez o pedido diretamente ao secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg.

“Hoje falei com o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg. Devemos desbloquear o fornecimento de mísseis de longo alcance para a Ucrânia, é importante expandir nossa cooperação em artilharia. E precisamos alcançar o fornecimento de aeronaves para a Ucrânia”, disse Zelensky.

Segundo o assessor do ministro da Defesa ucraniano, Yuri Sak, a Ucrânia também deseja receber combatentes do Ocidente.

“Se os conseguirmos, os benefícios no campo de batalha serão simplesmente enormes… Precisamos de aeronaves de quarta geração, não apenas o F-16”, disse ele à Reuters.

Operação militar especial russa

Manifestantes protestam na Alemanha contra envio de tanques à Ucrânia

Mais cedo, nesta quarta-feira (25), o governo alemão anunciou o envio de 14 tanques Leopard 2 para a Ucrânia, em um movimento sincronizado com os Estados Unidos — que, por sua vez, também anunciou o envio de 31 tanques M1 Abrams para Kiev.
A Rússia já havia enviado uma nota aos países da OTAN por causa do fornecimento de armas à Ucrânia.
O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, destacou que qualquer carga que contenha armas para a Ucrânia se tornará um alvo legítimo para a Rússia.
Segundo o MRE russo, os países da OTAN estão “brincando com fogo” ao fornecer armas à Ucrânia.
O porta-voz presidencial, Dmitry Peskov, disse ainda que “inundar” a Ucrânia com armas não contribui para o sucesso das negociações russo-ucranianas e terá um efeito negativo.
Mundioka #178 - Sputnik Brasil, 1920, 25.01.2023

Mundioka

Crise econômica europeia: culpa de quem?



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor