Cosmonautas russos podem voltar à Terra em aeronave dos EUA após pane, diz Roscosmos


No início do dia, o chefe do programa estadunidense da EEI, Joel Montalbano, realizou uma coletiva de imprensa sobre a missão operacional da NASA SpaceX Crew-6, na estação espacial.

“Segundo ele [Montalbano], se necessário, além do [astronauta da NASA] Francisco Rubio, será possível acomodar os cosmonautas da Roscosmos Sergei Prokopyev e Dmitry Petelin na Crew Dragon,” informou a Roscosmos.

Em 14 de dezembro, ocorreu um vazamento do sistema de resfriamento da espaçonave Soyuz MS-22 devido a danos na parte externa do instrumento e do compartimento de montagem da nave. Ela retornará à Terra sem tripulação.
Já a espaçonave Soyuz MS-23 será enviada à ISS, sem tripulação, em 20 de fevereiro, devendo atracar dois dias depois, em 22 de fevereiro.
No início deste mês, a Roscosmos informou que os assentos dos três tripulantes da Soyuz MS-22, Francisco Rubio, Sergei Prokopyev e Dmitry Petelin, seriam transferidos para o Soyuz MS-23, em fevereiro, para trazê-los de volta à Terra.
O assento de Rubio estará temporariamente localizado na espaçonave Crew Dragon, em caso de emergência na ISS.
Panorama internacional

Chefe de política externa da UE afirma que Rússia é capaz de destruir satélites no espaço



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor