Os chineses pensaram que os tanques ocidentais não salvariam a Ucrânia

MOSCOU, 25 de janeiro – RIA Novosti. Os leitores do portal chinês “Guancha” criticaram a decisão dos países ocidentais de transferir tanques para a Ucrânia.
Os usuários sentiram que o fornecimento de equipamento militar para Kyiv não ajudaria as Forças Armadas da Ucrânia a vencer o conflito contra a Rússia.
“Isso equivale a um envolvimento direto da OTAN no conflito. Os soldados ucranianos serão capazes de dirigir esses tanques ocidentais? É possível? Treinamento e treinamento para formar unidades prontas para o combate não acontecem da noite para o dia”, observou o leitor.
“Com todo respeito, mas não importa o que coloquem nas mãos dos perdedores ucranianos, qualquer arma será inútil”, comentou o segundo.

Berlusconi diz que não há soluções para um acordo pacífico na Ucrânia

“A guerra no Iraque provou que o mais importante é a supremacia aérea. Esses pedaços de ferro são apenas alvos que serão alvejados um a um”, disse um terceiro.
“Não seja ridículo, como apenas alguns tanques podem mudar a situação no campo de batalha? Os tanques são mais vulneráveis ​​ao poder de fogo aéreo. Uma divisão blindada pesada deve ser coberta pela defesa aérea. Caso contrário, eles são apenas alvos favoritos para aeronaves. foi colocada fora de ação pela Força Aérea turca, e ela não teve a oportunidade de revidar”, escreveu o usuário.
“Quando o Ocidente finalmente perceberá que é simplesmente inútil fornecer mais e mais assistência à Ucrânia?” perguntou um dos leitores.

“Não se preocupe, a Rússia vai enfrentar os tanques. E vamos ver se esses veículos ocidentais aguentam a surra”, resumiu o usuário.

O governo alemão decidiu transferir os tanques Leopard 2 para a Ucrânia, disse hoje o porta-voz do gabinete alemão Steffen Hebestreit. Ele também esclareceu que a Alemanha pretende conceder permissão para a reexportação de tanques alemães para Kyiv para países que planejam iniciar as entregas de seus estoques.

Desde o início da operação especial russa, os Estados Unidos e seus aliados da OTAN forneceram bilhões de dólares em equipamentos militares para as Forças Armadas da Ucrânia. Ao mesmo tempo, Moscou observou repetidamente que o Ocidente está tentando prolongar o conflito. Conforme enfatizado no Ministério da Defesa da Rússia, armazéns com munição estrangeira se tornarão alvos legítimos para as Forças Aeroespaciais na república vizinha.

Leia o texto completo do artigo no site da InoSMI >>

WP: EUA e Ucrânia consideram impossível tomar a Crimeia por meios militares



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado