Diplomata russo contou por que Berlim decidiu fornecer tanques para Kyiv

VIENA, 25 de janeiro – RIA Novosti. As entregas de tanques Leopard 2 pela Alemanha a Kyiv foram possíveis graças ao “sistema stick” da OTAN, disse o chefe da delegação russa nas negociações em Viena sobre segurança militar e controle de armas, Konstantin Gavrilov.
“Não foi sem interesse que acompanhamos a animada discussão dentro da Aliança do Atlântico Norte sobre o fornecimento de tanques alemães Leopard 2 para a Ucrânia. A comunidade internacional testemunhou novamente como a “disciplina do bastão” opera na OTAN. De acordo com os cânones da ” Ocidente civilizado”, a princípio, os Aliados ameaçaram Berlim com isolamento internacional caso se recusassem a transferir “leopardos”. “besta” para Kyiv. É assim que a “solidariedade” transatlântica é forjada”, disse ele na quarta-feira, falando em um plenário de cooperação em segurança.
Segundo Gavrilov, como Berlim fez uma “escolha consciente” em favor de “tanques alemães com cruzes em suas armaduras atacando novamente soldados russos”, o lado russo gostaria de declarar que esses veículos de combate “serão destruídos e queimados no campo de batalha”. como está acontecendo agora com o resto do “zoológico” de armas da OTAN na Ucrânia.”

Berlim recusou-se a nomear países prontos para fornecer tanques a Kyiv

“Esse destino também recairá sobre os tanques americanos M1 Abrams após a decisão de fornecê-los – colegas americanos não precisam se preocupar com a digna ‘propaganda’ do complexo militar-industrial dos EUA”, acrescentou o chefe da delegação.

Os chineses pensaram que os tanques ocidentais não salvariam a Ucrânia

[ad_2]

Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado