O volume de fornecimento de gás à Europa confirmado por Kyiv diminuiu 23 por cento

MOSCOU, 19 de janeiro – RIA Novosti. A partir de 19 de janeiro, o volume de fornecimento de gás russo à Europa, confirmado pelo lado ucraniano, diminuiu 23% – para 25,1 milhões de metros cúbicos, segue a mensagem da Gazprom.
A Gazprom fornece gás russo para trânsito pelo território da Ucrânia no valor confirmado pelo lado ucraniano através do Sudzha GIS – 25,1 milhões de metros cúbicos em 19 de janeiro. O pedido para o Sokhranovka GIS foi rejeitado”, disse Sergey Kupriyanov, representante oficial da empresa russa, a repórteres.
Na véspera, o número era de 32,6 milhões de metros cúbicos. A queda, portanto, foi de 23%.
A Ucrânia em maio de 2022 parou de receber gás para trânsito através do GIS Sokhranivka, referindo-se ao fato de estar sob o controle das forças russas (no território do LPR). Como resultado, apenas uma entrada permaneceu para o trânsito de gás para a Europa – o Sudzha GIS. A Gazprom afirmou que a transferência de todos os volumes para Sudzha é tecnologicamente impossível, a empresa cumpre todas as obrigações com os consumidores europeus e os serviços de trânsito são totalmente pagos.
Desde o final de maio do ano passado, com exceção de alguns dias, o fornecimento de gás russo através do sistema de transporte de gás ucraniano para a Europa está no nível de 40-43 milhões de metros cúbicos por dia, mas desde 4 de janeiro o número caiu abaixo de 38 milhões de metros cúbicos.

UE planeja substituir gás russo por energia de fontes renováveis



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado