Ministério das Relações Exteriores de Taiwan expressa esperança de parceria mais forte com os EUA

PEQUIM, 18 de janeiro – RIA Novosti. O senador americano Todd Yang e o ministro das Relações Exteriores de Taiwan, Joseph Wu, expressaram esperança em uma parceria ainda mais forte entre os EUA e Taiwan, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores da ilha.
Anteriormente, o Ministério das Relações Exteriores da ilha informou que Todd Young visitaria Taiwan de 16 a 18 de janeiro. Durante a visita, estão previstas reuniões com o chefe de gabinete de Taiwan, Tsai Ing-wen, o secretário-geral do Conselho de Segurança Nacional, Gu Lixiong, e o ministro das Relações Exteriores, Joseph Wu (Wu Zhaose). Observou-se que as partes trocarão pontos de vista sobre segurança, comércio e questões econômicas.

China pede que EUA parem de vender armas para Taiwan

“As partes reafirmaram o papel fundamental de Taiwan na segurança regional e na economia global neste momento crítico para a geopolítica e expressaram esperança em uma parceria ainda mais forte entre nossos países”, disse o ministério no Twitter.
A situação em torno de Taiwan piorou significativamente após uma visita à ilha no início de agosto do ano passado pela então presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi. A China, que considera a ilha uma de suas províncias, condenou a visita de Pelosi, vendo nessa atitude o apoio dos Estados Unidos ao separatismo taiwanês, e realizou exercícios militares de grande escala.
As relações oficiais entre o governo central da RPC e sua província insular foram interrompidas em 1949 depois que as forças do Kuomintang lideradas por Chiang Kai-shek, derrotadas em uma guerra civil com o Partido Comunista da China, se mudaram para Taiwan. Os contatos comerciais e informais entre a ilha e a China continental foram retomados no final da década de 1980. Desde o início dos anos 1990, as partes começaram a entrar em contato por meio de organizações não governamentais – a Associação de Pequim para o Desenvolvimento das Relações no Estreito de Taiwan e a Fundação de Taipei para Intercâmbios Através do Estreito.

EUA dizem que continuarão fornecendo armas a Taiwan



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado