Duda chamou as razões pelas quais a Alemanha deveria transferir tanques para a Ucrânia

VARSÓVIA, 17 de janeiro – RIA Novosti. O presidente polonês, Andrzej Duda, acredita que o fato de ingressar na OTAN forçará a Alemanha a transferir tanques para a Ucrânia.
Na passada quarta-feira, o Presidente polaco Andrzej Duda, estando em Lviv, disse que o seu país iria transferir uma companhia de tanques Leopard no âmbito de uma coligação internacional que está a ser formada. A Polónia é o iniciador desta coligação.

Na Bulgária, eles ofereceram uma alternativa inesperada aos tanques Leopard para a Ucrânia

Falando no Fórum Econômico Mundial em Davos, Duda disse que poderia dar várias razões pelas quais a Alemanha deveria dar seus tanques para a Ucrânia.
“Primeiro, a Alemanha faz parte da OTAN. E se surgir uma situação em que vários membros estejam prontos para transferir seus tanques, então este é um momento importante”, disse o líder polonês.
“Segundo… vejo que a pressão da cena política alemã e da opinião pública está ficando mais forte. Espero que o resultado de todos esses elementos seja essa decisão tão necessária”, acrescentou.
A Rússia já havia enviado uma nota aos países da OTAN por causa do fornecimento de armas à Ucrânia. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, observou que qualquer carga que contenha armas para a Ucrânia se tornará um alvo legítimo para a Rússia. O Ministério das Relações Exteriores da Federação Russa afirmou que os países da OTAN estão “brincando com fogo” ao fornecer armas à Ucrânia. O secretário de imprensa do presidente da Federação Russa, Dmitry Peskov, observou que bombardear a Ucrânia com armas do Ocidente não contribui para o sucesso das negociações russo-ucranianas e terá um efeito negativo.

O Kremlin disse o que acontecerá com os tanques que a Grã-Bretanha fornecerá à Ucrânia

[ad_2]

Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado