'Token do golfo Pérsico': Irã e Rússia supostamente ponderam criar moeda digital comum


Moscou e Teerã estão discutindo a criação de um token do golfo Pérsico (um tipo de voucher) que poderia substituir o dólar, o rublo e o rial em transações de comércio exterior, informou um meio de comunicação russo.
A agência citou Aleksandr Brazhnikov, diretor-executivo da Associação Russa da Criptoindústria e Blockchain, dizendo que o token vai ser usado como uma stablecoin, uma moeda digital que está atrelada a um ativo de reserva “estável” como o dólar americano ou o ouro.
Ele acrescentou que uma zona econômica especial na cidade de Astrakhan, no sul da Rússia, vai começar a receber cargas do Irã ainda neste ano, algo que deve dar início ao uso do token do golfo.
O vice-presidente da Associação de Bancos da Rússia, Aleksei Voilukov, por sua vez, lembrou em entrevista a um meio de comunicação russo que atualmente existem acordos em dólares entre a Rússia e o Irã, mas devido a sanções, os pagamentos são feitos nas duas moedas nacionais dos países.
Panorama internacional

Rússia e Irã criam rota comercial alternativa para superar sanções e preocupam EUA, diz Bloomberg

Segundo ele, a aproximação entre os dois possibilita o estabelecimento de praticamente qualquer sistema de pagamentos entre eles. A Sputnik entrou em contato com os Bancos Centrais da Rússia e do Irã para comentários sobre o assunto.
Em julho de 2022, o ministro da Economia iraniano, Ehsan Khandouzi, anunciou que a República Islâmica havia abandonado oficialmente o dólar americano para negociar com a Rússia. No mesmo mês, a Bolsa de Valores de Teerã lançou o comércio rial-rublo.
Isso ocorreu depois que uma série de grandes bancos russos foram desconectados do sistema de pagamento internacional SWIFT como parte das sanções ocidentais contra a Rússia, que foram impostas logo após Moscou lançar sua operação militar especial na Ucrânia no dia 24 de fevereiro de 2022.
Em 2019, o SWIFT cortou o acesso da maioria dos bancos iranianos sob pressão de Washington, que anteriormente restabeleceu duras sanções econômicas contra a República Islâmica após o anúncio do então presidente dos EUA, Donald Trump, de se retirar unilateralmente do acordo nuclear de 2015 com o Irã, também conhecido como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês).



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor