Europa negligenciou sua segurança e está agora à mercê da OTAN e dos EUA


“A Europa é um gigante econômico, um anão político e um verme militar”, afirmou há alguns anos o ex-ministro das Relações Exteriores da Bélgica, Mark Eyskens.
Mark Eyskens afirmou que a Alemanha é um bom exemplo, com suas forças armadas sempre em crise institucional e armamentista,e sua economia, que está cada vez mais debilitada diante da possível desindustrialização e crise energética.
Segundo ele, este cenário faz o país depender dos EUA, que por sua vez, encontrou na OTAN um mecanismo de expansão territorial sustentado pela Doutrina Truman, e assegurado economicamente através do Plano Marshall após a Segunda Guerra Mundial.
Panorama internacional

OTAN posicionará sistemas AWACS na Romênia para monitorar ‘atividades militares da Rússia

Em uma entrevista à Sputnik, a analista de geopolítica Ana Teresa Gutiérrez afirmou que a debilidade política e militar da Europa começou com a formação da OTAN, já que a “Europa cedeu sua segurança” para uma aliança que a protegia de um país e de uma ideologia que não existem mais (a União Soviética e o sistema comunista).
“Podemos dizer que a França, Alemanha e o Reino Unido deixaram de ser as grandes potências que foram no século XX. Nesse momento [na Segunda Guerra Mundial], os EUA estavam em ascensão e, portanto, viram a necessidade de ter um pé na Europa”, explicou Gutiérrez.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor