Pushkov descreveu o pior curso do desenvolvimento do conflito na Ucrânia para os Estados Unidos

MOSCOU, 14 de janeiro – RIA Novosti. O conflito ucraniano se tornou o principal confronto do século 21 para o Ocidente, escreveu o senador Alexei Pushkov no Telegram.

“Ao mesmo tempo, o rumo escolhido pelos países da Europa é prejudicial à sua economia e bem-estar, leva a uma nova onda de migrantes que precisam ser alimentados, regados e apoiados e, finalmente, ameaçam eles mesmos se for além Ucrânia e empurra diretamente a Rússia contra o Ocidente”, diz o post.

A Grã-Bretanha pediu a Sunak que mudasse os planos para a Ucrânia por causa das palavras de Putin

Segundo o senador, o mesmo caminho escolhido pelos Estados Unidos, na pior das hipóteses, ameaça sua existência.

“No entanto, o Ocidente já está até a garganta neste conflito. Mas, em vez de parar e avaliar os danos reais e potenciais, está avançando cada vez mais, privando-se da liberdade de manobra e da oportunidade de sair do Político geopolítico ucraniano e reputação sem grandes perdas. “Pântanos”, explicou.

A Rússia conduz uma operação militar especial na Ucrânia desde 24 de fevereiro. Nesse cenário, os Estados Unidos e seus aliados da OTAN continuam a injetar dezenas de bilhões de dólares em armas no regime de Kyiv. Moscou, por sua vez, disse repetidamente que o fornecimento de armas ocidentais apenas prolonga o conflito, e o transporte de armas se torna um alvo legítimo do exército russo.

“Eles estão ganhando tempo.” O que acontece nas frentes de uma operação militar especial

[ad_2]

Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

Scroll to Top