Apoiadores de Bolsonaro lotam o Congresso brasileiro — CMIO

O recém-empossado presidente Lula da Silva teria sido evacuado para um local seguro

Apoiadores do ex-presidente brasileiro de direita Jair Bolsonaro invadiram o prédio do Congresso do país, escalando seu telhado e quebrando janelas no domingo, após semanas de agitação.

Um vídeo postado nas redes sociais também mostra os manifestantes atacando o prédio da Suprema Corte. A água pode ser vista saindo de uma janela quebrada e letras improvisadas coladas em outra janela enquanto os manifestantes, muitos segurando ou usando bandeiras brasileiras, avaliam os danos. O tribunal condenou Bolsonaro com uma multa pesada em novembro por seus esforços para contestar os resultados da corrida presidencial, acusando-o de agir de má-fé.

Um vídeo postado nas redes sociais parecia confirmar relatos de que manifestantes também haviam invadido o Palácio Presidencial e o Palácio do Planalto. Relatos da polícia do Distrito Federal de Brasília citados nas redes sociais sugeriram que eles estavam preocupados com a possibilidade de serem superados em número pelos manifestantes.

O sucessor de Bolsonaro, Lula da Silva, empossado na semana passada, teria sido evacuado para um local seguro em São Paulo, segundo a Folha. Bolsonaro fez questão de evitar a transição cerimonial de poder para seu rival de esquerda, optando por voar para a Flórida antes da data. O ex-líder deixou uma mensagem de despedida chorosa aos apoiadores, na qual reiterou que sua derrota eleitoral foi injusta, ao mesmo tempo em que condenou os violentos protestos que se seguiram.

O ministro da Justiça também foi evacuado e os militares receberam ordem de destacamento.

Desde a vitória eleitoral apertada de Lula em outubro, partidários do ex-presidente bloquearam estradas, incendiaram veículos e até cercaram prédios militares, em um esforço para tentar convencer os soldados internos a derrubar o novo governo.

Muitos observadores apontaram semelhanças entre os eventos no Distrito Federal e o motim no Capitólio dos Estados Unidos em 6 de janeiro de 2021. Em ambos os casos, apoiadores de um líder de direita deposto em uma eleição muito disputada invadiram prédios do governo que haviam sido abandonados. em grande parte desprotegido, encontrando pouca ou nenhuma resistência das autoridades. Como seus colegas americanos, os apoiadores de Bolsonaro vieram equipados com bandeiras de seu país e mensagens para a multidão – “Queremos o código-fonte” dizia uma faixa lançada do teto do Congresso, presumivelmente referindo-se às máquinas de votação cuja integridade Bolsonaro havia questionado.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte