Coreia do Sul comprará sistema de vigilância aérea de Israel

SEUL, 8 de janeiro – RIA Novosti. Os militares sul-coreanos estão considerando comprar o sistema de vigilância aerotransportada Sky Spotter de Israel como parte de um esforço para reforçar suas capacidades de defesa para combater os drones norte-coreanos, informou a agência de notícias Yonhap, citando uma fonte militar.
Os militares sul-coreanos estão considerando adquirir o sistema Sky Spotter da empresa israelense Rafael Advanced Defense Systems para aumentar suas capacidades de defesa depois que cinco drones norte-coreanos se infiltraram em seu espaço aéreo no final de dezembro, disse a fonte da agência.

Moradores de Primorye observaram o brilho de um foguete lançado pela Coreia do Sul

O sistema Sky Spotter é projetado para detecção precoce e rastreamento de objetos aéreos, incluindo veículos aéreos não tripulados, bem como balões e pipas, que são usados ​​para ataques terroristas. O site do fabricante observa que o sistema é capaz de rastrear vários objetos ao mesmo tempo, mesmo aqueles que possuem funcionalidade furtiva.
Seul planeja nas próximas semanas revisar a eficácia do sistema em possivelmente combater os drones norte-coreanos, especialmente em comparação com outros radares e dispositivos de vigilância térmica, e decidir se solicita formalmente a compra do Sky Spotter.
Foi relatado anteriormente que cinco drones norte-coreanos invadiram a Coreia do Sul em 26 de dezembro. Os militares sul-coreanos não conseguiram derrubá-los, os drones retornaram à Coreia do Norte ou desapareceram do radar. Segundo os militares, eram drones de pequena escala.
Mais tarde, soube-se que um dos drones entrou brevemente na zona de exclusão aérea P-73 com um raio de 3,7 quilômetros ao redor do escritório do presidente da Coreia do Sul no centro de Seul e poderia, teoricamente, atirar lá.

Coreia do Sul levanta aviões em alarme falso sobre o reaparecimento de drones

[ad_2]

Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

Scroll to Top