Em Taiwan, 4 militares chineses são presos sob acusação de espionagem para Pequim


Ontem (4), um capitão aposentado da Força Aérea e três oficiais militares ativos da Força Aérea e da Marinha chinesas foram detidos na cidade taiwanesa de Kaohsiung sob suspeita de espionagem para Pequim.
De acordo com a agência Focus Taiwan, sete pessoas teriam sido interrogadas pela principal promotoria do país na terça-feira (3), supostamente permitindo a coleta de evidências de seu possível envolvimento em espionagem. Em seguida, três suspeitos foram libertados sob fiança, enquanto os outros quatro foram detidos.
Entre os detidos está um capitão aposentado com sobrenome Liu, o qual a agência disse que começou a fazer negócios com a China em 2013, após se aposentar da Força Aérea.
“Então ele foi recrutado pelo lado chinês como espião. Usando suas conexões nas Forças Armadas [de Taiwan], ele ajudou a recrutar oficiais ativos da Força Aérea e da Marinha”, escreveu a agência, citando a procuradoria.
Os promotores acreditam que Liu recrutou pelo menos seis oficiais para sua quadrilha de espionagem e recebeu “recompensas” financeiras do lado chinês por meio de uma empresa de fachada que ele montou para cada indivíduo trazido para o grupo.
Panorama internacional

Polícia canadense acusa pesquisador de baterias para veículos elétricos de ‘espionagem’ para China

Em nota, o Ministério da Defesa de Taiwan disse que o caso foi denunciado por alguns militares e tomaram a iniciativa de investigar as denúncias de espionagem.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor