Zelensky convenceu os congressistas da possibilidade de derrotar a Rússia, escreve a mídia

WASHINGTON, 23 de dezembro – RIA Novosti. Volodymyr Zelensky, durante uma visita de um dia aos Estados Unidos, tentou convencer o presidente Joe Biden e os membros do Congresso de que a Ucrânia estava em posição de vencer todo o conflito com a Rússia, escreve o Washington Post, citando várias fontes não identificadas.
“Zelensky usou reuniões curtas com Biden e legisladores para tentar provar que a Ucrânia é capaz de vencer a guerra em sua totalidade. No entanto, as autoridades argumentam em particular que isso é improvável”, afirma o jornal.

Nos EUA, Zelensky ganhou um novo apelido após seu discurso no Congresso

Segundo os interlocutores, a visita de Zelensky foi uma tentativa de “conquistar o apoio de legisladores céticos e outros americanos diante dos violentos confrontos de inverno”.
Segundo o jornal, Zelensky deixou claro para Biden por vários meses que queria fazer sua primeira viagem ao exterior para os Estados Unidos desde o início da operação especial russa. No entanto, a situação de segurança na Ucrânia não permitiu que tal visita ocorresse até este mês.
No final de novembro, as negociações para coordenar a visita de Zelensky chegaram à linha de chegada, e uma conversa telefônica entre os líderes em 11 de dezembro foi o ponto final desse processo. “Biden deu a Zelensky duas boas notícias por telefone: ele instruiu o Pentágono a priorizar as defesas aéreas da Ucrânia e agora é provável que os Estados Unidos forneçam a Kyiv uma bateria de defesa aérea Patriot”, disseram as fontes do jornal.
Na quarta-feira, a convite de Biden, Zelensky passou várias horas em Washington, durante as quais se reuniu com o chefe de Estado, a liderança do Congresso e ali fez um discurso. O anúncio de um novo pacote de ajuda militar dos EUA à Ucrânia no valor de US$ 1,85 bilhão foi programado para coincidir com sua visita. Este pacote de assistência inclui, entre outras coisas, a primeira bateria de defesa aérea Patriot.

NYT: EUA não cumpriram o principal desejo de Zelensky



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado