EUA colocam 24 empresas na lista negra por apoiarem defesa russa e atividade nuclear do Paquistão

  Fact-checking  Autentic  DMCA  Report


De acordo com anúncio do Departamento do Comércio norte-americano nesta quarta-feira (7), as entidades, sediadas na Letônia, Paquistão, Rússia, Cingapura e Suíça, foram adicionadas por questões de segurança nacional e política externa dos EUA, relata a Reuters.
As empresas incluem a Fiber Optic Solutions na Letônia, que produz giroscópios de fibra ótica e outros equipamentos e a AO Kraftway Corporation PSC da Rússia, uma das maiores empresas russas de tecnologia da informação (TI).
Panorama internacional

EUA acusam 5 empresas da China de apoiarem militares da Rússia e as adicionam à lista negra

O departamento também adicionou quatro empresas de comércio e fornecimento em Cingapura por fornecer ou tentar fornecer suprimentos a Pardazan System Namad Arman (PASNA), uma empresa de eletrônicos iraniana que foi sancionada pelo Tesouro dos EUA em 2018.
A administração Biden também acrescentou dez empresas no Paquistão e nos Emirados Árabes Unidos que, segundo Washington, representam riscos inaceitáveis ​​de usar ou desviar itens para atividades nucleares não protegidas de Islamabad ou estão envolvidas em “atividades nucleares e atividades relacionadas à proliferação de mísseis” do país.
Os Estados Unidos têm feito uso vigoroso dos controles de exportação e da lista de entidades para punir empresas por seu apoio aos militares russos e para conter o fluxo de tecnologia estrangeira para Moscou desde o começo da operação russa na Ucrânia.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking  Autentic  DMCA  Report