Aliado próximo de Putin revela novo papel na principal empresa de tecnologia da Rússia – CMIO

  Fact-checking  Autentic  DMCA  Report

Aleksey Kudrin, que renunciou ao cargo de chefe da Câmara de Auditoria da Rússia na semana passada, diz que agora atuará como consultor da Yandex

O ex-ministro das Finanças e conselheiro presidencial da Rússia, Aleksey Kudrin, anunciou na segunda-feira que aceitou uma oferta da gigante de tecnologia do país, Yandex, para se tornar um conselheiro de desenvolvimento corporativo.

De acordo com o canal russo RBK, Kudrin concordou em sua transição para o setor privado com o presidente russo, Vladimir Putin, em 24 de novembro.

“Juntamente com a equipe de gestão, desenvolverei a estrutura corporativa da nova holding, que garantirá o desenvolvimento sustentável e de longo prazo da empresa em todos os mercados, inclusive internacionais”, Kudrin postou em seu canal do Telegram.

“Uma das principais tarefas é ajudar a preservar a gestão única e a cultura tecnológica da Yandex, para que ela permaneça independente e a melhor empresa de TI da Rússia, onde as pessoas mais talentosas se esforçam para trabalhar,” ele escreveu.

Kudrin, aliado de longa data do presidente russo, Vladimir Putin, renunciou ao cargo de chefe da Câmara de Auditoria do país na semana passada. Ele serviu como ministro das finanças por mais de uma década entre 2000 e 2011.

A Yandex anunciou recentemente uma reestruturação corporativa sob a qual planeja dividir seus negócios domésticos e internacionais e confirmou que Kudrin estava se juntando à empresa.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
Major de tecnologia russo lança serviço meteorológico emblemático no exterior

A empresa de tecnologia revelou no mês passado que sua controladora na Holanda em breve se separará e mudará de nome, enquanto o controle sobre a parte russa do negócio será transferido para a administração local.

O Yandex é conhecido por seu navegador de internet, que é mais popular que o Google na Rússia. A empresa também possui uma grande parte dos aplicativos de entrega de comida e táxi no país.

Para mais histórias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking  Autentic  DMCA  Report