A Casa Branca se recusou a comentar sobre Snowden receber um passaporte russo

  Fact-checking  Autentic  DMCA  Report

WASHINGTON, 2 de dezembro – RIA Novosti. A Casa Branca recusou-se a comentar o recebimento de um passaporte russo pelo ex-agente da inteligência norte-americana Edward Snowden, lembrando que uma investigação criminal está em andamento contra ele nos Estados Unidos.
“Com relação a Snowden, recomendo que você entre em contato com o Departamento de Justiça, isso é uma questão de investigação criminal e não vou comentar mais“, disse o porta-voz da Casa Branca, John Kirby.
Snowden recebeu a cidadania russa no final de setembro por decreto presidencial. Na sexta-feira, seu advogado Anatoly Kucherena disse a repórteres que Snowden já havia prestado juramento e recebido um passaporte russo. Segundo o advogado, a cidadania russa o protege de ser extraditado para outro estado, uma vez que a Constituição russa consagra o princípio da inadmissibilidade da expulsão de um cidadão russo.
Snowden em junho de 2013 iniciou um grande escândalo internacional ao entregar aos jornais Washington Post e Guardian uma série de materiais classificados sobre os programas de vigilância dos serviços de inteligência dos EUA e da Grã-Bretanha na Internet. Depois disso, voou para Hong Kong e de lá para Moscou, onde por algum tempo esteve na zona de trânsito do aeroporto de Sheremetyevo.
Após recusas de vários outros países, a Rússia concedeu asilo temporário a Snowden por um ano, com a condição de que ele cessasse suas atividades contra os Estados Unidos. Em agosto de 2014, Snowden recebeu uma autorização de residência de três anos na Federação Russa e, posteriormente, recebeu uma autorização de residência por tempo indeterminado.

Snowden fez o juramento de cidadania russa



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking  Autentic  DMCA  Report