'Evitar escassez no inverno': França pede economia de energia aos cidadãos para conter apagões


A declaração de Borne ocorreu em entrevista à emissora francesa BFMTV.
“Se fizermos ainda mais para reduzir nosso consumo de energia, não teremos apagões”, disse a premiê francesa.
No início do dia, a operadora francesa de sistemas de transporte RTE também emitiu alerta nesse sentido, afirmando que a França provavelmente enfrentará quedas de energia a curto prazo neste inverno em algumas áreas durante os horários de pico de consumo de energia para evitar um desequilíbrio na rede elétrica.

© AP Photo / Jean-François BadiasUsina de carvão em Saint-Avold, na França, em 8 de setembro de 2022

Usina de carvão em Saint-Avold, na França, em 8 de setembro de 2022
Ainda segundo Borne, o governo francês tomou todas as medidas para evitar apagões no país.
“Se todos reduzirmos o nosso consumo de energia, será bom para o poder de compra de todos, para a competitividade de todas as empresas. Ao mesmo tempo, nos permitirá evitar a escassez de energia durante o inverno”, acrescentou o primeiro-ministro.
No início de outubro, o governo francês lançou um plano energético para enfrentar o inverno. O objetivo é reduzir o consumo de energia da França em 10% em dois anos e garantir que o país passe o inverno sem escassez de gás ou eletricidade.
As medidas do plano incluem também uma chamada para limitar o aquecimento a um máximo de 19 graus Celsius e desligar a iluminação após as 10h00. Além disso, o governo busca incentivar o trabalho remoto.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor