Estado Islâmico anuncia morte de líder – mídia – CMIO

O grupo terrorista Estado Islâmico (IS, anteriormente ISIS) perdeu outro líder, informaram vários meios de comunicação na quarta-feira. Abu al-Hasan al-Hashimi al-Qurashi morreu “em batalha,” anunciou a organização, em comunicado divulgado pela Reuters, AFP e agências regionais.

Segundo o EI, al-Hasan matou vários “inimigos” Antes de morrer “no campo de batalha”, mas não ofereceu detalhes sobre a hora ou local do incidente, e seu relato não pôde ser verificado independentemente.

O novo líder do EI foi nomeado como Abu Hussein al-Hussaini al-Qurashi.

Al-Hasan foi o terceiro autodenominado “califa” de IS. Ele assumiu no início deste ano, depois que seu antecessor, Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurashi, foi morto durante um ataque das forças especiais dos EUA em fevereiro. A operação ocorreu na província de Idlib, na Síria, que está sob o controle de militantes terroristas antigovernamentais supostamente apoiados por Türkiye ou governos ocidentais.

Em setembro, as autoridades turcas anunciaram a captura de um alto líder do EI chamado Abu Zeyd, que se dizia ser o possível sucessor de Abu Ibrahim.


Líder do Estado Islâmico detido – Turquia

O EI foi proclamado em 2013 por um militante salafista iraquiano que se autodenominava Abu Bakr Al-Baghdadi. Sob seu comando, o grupo terrorista conquistou grandes porções do Oriente Médio, explorando as consequências da invasão do Iraque pelos Estados Unidos em 2003 e a insurreição apoiada por estrangeiros contra o governo da Síria.

Os EUA e seus aliados lançaram uma campanha aérea contra o EI em 2014, enquanto os militares iraquianos e as milícias curdas enfrentaram o grupo no solo. Damasco o empurrou do oeste, com apoio russo e iraniano. O grupo havia perdido oficialmente qualquer controle territorial em março de 2019, enquanto Al-Baghdadi se suicidou quando as forças especiais dos EUA invadiram seu complexo em Idlib em outubro de 2019.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte