Mundo

‘Não quero uma guerra com a Rússia’, diz líder polonês a brincalhões – CMIO

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Andrzej Duda foi levado a pensar que estava falando com seu colega francês Emmanuel Macron

O presidente polonês, Andrzej Duda, disse que está sendo “muito cuidadoso” para evitar uma guerra com a Rússia. A admissão ocorreu durante uma ligação com brincalhões que se fizeram passar pelo líder francês Emmanuel Macron.

A conversa com os golpistas russos Vovan e Lexus aconteceu na última terça-feira, dia em que um míssil explodiu em um vilarejo polonês próximo à fronteira com a Ucrânia, matando duas pessoas.

Enquanto a mídia ocidental e o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, se apressaram em culpar a Rússia pelo incidente, autoridades polonesas, americanas e da UE logo disseram que o míssil era ucraniano.

“Confie em mim, sou muito cuidadoso. Não estou acusando os russos. Emanuel, isto é guerra. Acho que os dois lados vão se culpar nesta guerra”, Duda contou o falso Macron em uma gravação de áudio, divulgada por Vovan e Lexus em seu programa na plataforma russa RuTube.

Uma escalada entre a OTAN e a Rússia não era do interesse da Polônia ou de toda a aliança militar liderada pelos Estados Unidos, ele insistiu.


AP demite jornalista por trás de história de 'míssil russo' – mídia

“Emmanuel, você acha que preciso de uma guerra com a Rússia? Não, eu não quero isso. Não quero uma guerra com a Rússia. E sou extremamente cuidadoso. Confie em mim, sou extremamente cuidadoso”, disse o líder polonês.

Mais tarde, o escritório de Duda admitiu no Twitter que ele havia sido vítima da dupla de brincalhões. O presidente percebeu que pode ter havido “uma tentativa de embuste” durante a chamada devido ao “maneira incomum” a pessoa estava conduzindo a conversa, disse, acrescentando que encerrou a ligação.

Horas depois que o míssil atingiu a vila polonesa de Przewodow, Duda disse que um “Fabricado na Rússia” míssil estava envolvido, mas não culpou Moscou. Ele, juntamente com autoridades dos EUA e da UE, reconheceu mais tarde que era um míssil de defesa aérea ucraniano que havia desviado do curso em meio a uma série de ataques aéreos russos.

Os brincalhões, cujos nomes verdadeiros são Vladimir Kuznetsov e Alexey Stolyarov, já conseguiram enganar o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan, o autor dos livros de Harry Potter JK Rowling, o ex-presidente dos EUA George W. Bush, o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia Dmitry Kuleba e muitas outras figuras de destaque.

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.