Mundo

Líderes globais de inflação revelados – CMIO

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






O Zimbábue ocupa o primeiro lugar em termos de crescimento anual dos preços ao consumidor, enquanto a Rússia é o 45º

Zimbábue, Líbano e Venezuela são os líderes mundiais em inflação anual, segundo um estudo da agência de notícias RIA Novosti publicado no domingo.

A agência fez seus cálculos com base nas estatísticas de inflação nacional de 193 países em todo o mundo. O relatório final incluiu dados de 155 estados que, em meados de novembro, divulgaram seus dados de inflação de setembro.

A maior taxa de inflação do mundo foi registrada no Zimbábue em 280,4%. O crescimento dos preços no país começou a acelerar no final do inverno passado e em setembro havia acelerado 4,6 vezes, afirmou o relatório.

O Líbano teve a segunda pior inflação do mundo em 162,47%. Em outras partes da região do Oriente Médio, uma leitura alta foi registrada na Turquia (83,5%).

A Venezuela, que há anos sofre com o elevado crescimento dos preços, ficou em terceiro lugar globalmente com inflação de 157,4%.

Na Europa, o valor mais alto em setembro foi registrado na Moldávia com 34%, seguido pela Ucrânia com 24,6%. A Lituânia teve a leitura mais alta na UE em 24,1%.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
FMI emite previsões sombrias para economia global

A Rússia ficou em 45º lugar na lista, com alta de preços de setembro de 13,7%. Desde então, porém, a inflação no país caiu para 12,4%, segundo dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico na semana passada.

Para mais histórias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.