Mundo

EUA ficando sem armas para dar à Ucrânia – CNN – CMIO

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






O Pentágono está supostamente preocupado com seus estoques de projéteis de artilharia, bem como defesa aérea e mísseis antitanque.

A preocupação está crescendo no governo dos EUA sobre sua incapacidade de continuar fornecendo à Ucrânia sistemas e munições de última geração em meio ao conflito com a Rússia, informou a CNN na quinta-feira.

De acordo com três autoridades americanas entrevistadas pelo veículo, alguns dos desafios que os EUA enfrentam em termos de apoio à Ucrânia incluem sua “diminuindo” estoques de armas e a capacidade da indústria de defesa para lidar com a demanda. Um funcionário disse à CNN que há um “quantidade finita” de excesso de estoque que Washington pode enviar para Kiev.

Washington está particularmente preocupado com os estoques disponíveis de projéteis de artilharia de 155 mm e mísseis de defesa aérea Stinger, diz o relatório. Algumas autoridades também estão preocupadas com a produção de armas, como mísseis anti-radiação HARMs, mísseis superfície-superfície GMLRS e sistemas antitanque Javelin.

Fontes da CNN sustentam, no entanto, que o abalo nos estoques não compromete a segurança nacional, já que as armas para a Ucrânia não vêm dos suprimentos que o Pentágono reserva para suas próprias contingências. Um alto funcionário também disse à agência que a avaliação de que os EUA são “correndo baixo” sobre armas é subjetivo, pois depende de quanto risco o Pentágono está disposto a aceitar.


Ucrânia pede mísseis Patriot aos EUA

Uma das principais preocupações é que a indústria de defesa dos EUA está lutando para atender à demanda, enquanto os países europeus não podem reabastecer totalmente seus próprios estoques para substituir o equipamento militar enviado à Ucrânia, dizem as autoridades. No entanto, para remediar a situação, os EUA estão tentando aumentar a produção de certos tipos de armas.

Desde o início da operação militar da Rússia na Ucrânia no final de fevereiro, os EUA e seus aliados ocidentais têm fornecido a Kiev bilhões de dólares em assistência de segurança, com Moscou alertando repetidamente que o envio de armas apenas prolongará o conflito.

De acordo com o Departamento de Defesa dos EUA, no início de novembro, Washington se comprometeu a enviar a Kiev mais de 1.400 Stingers, 8.500 Javelins, 142 obuses de 155 mm e até 903.000 cartuchos de artilharia de 155 mm.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.