Mundo

Ex-trabalhadores processam Twitter por demissões — CMIO

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Ex-funcionários entraram com uma ação federal alegando que as ações da empresa são ilegais

O Twitter está enfrentando uma ação coletiva de funcionários por demissões em massa ordenadas pelo novo proprietário bilionário da empresa, Elon Musk.

A ação legal foi movida em nome de cinco funcionários na quinta-feira, depois que um memorando da empresa informou sua força de trabalho de 7.500 funcionários sobre demissões iminentes. Ele disse que os trabalhadores receberiam e-mails em suas caixas de correio de trabalho informando se estavam sendo demitidos ou não.

Uma cópia da mensagem vista pelo New York Times foi enviada de um endereço genérico assinado “Twitter” e não especificou o número de trabalhos que irão. Reportagens anteriores da mídia afirmavam que cerca de metade da equipe deveria ser demitida.

Um dos queixosos foi demitido da plataforma social em 1º de novembro, enquanto outros três não foram informados se estão sob as demissões no momento da apresentação, mas perderam o acesso às suas contas de e-mail de trabalho.

Os advogados alegam que a mudança viola uma lei federal dos EUA chamada Lei de Notificação de Ajuste e Retreinamento de Trabalho (WARN). De acordo com a lei, as empresas privadas com pelo menos 100 trabalhadores a tempo inteiro têm de notificar por escrito com pelo menos 60 dias de antecedência em caso de despedimentos em massa se afetarem pelo menos 50 trabalhadores ou um terço da força de trabalho total. No caso do Twitter, cerca de 3.750 funcionários estão enfrentando a demissão.


Elon Musk demitirá metade da equipe do Twitter – Bloomberg

Os queixosos arquivam esta ação buscando garantir que o Twitter cumpra a lei e forneça o aviso necessário ou pagamento de indenização em relação às demissões antecipadas e que não solicite liberação de reivindicações de quaisquer funcionários sem informá-los da pendência desta ação”, afirma o processo, conforme citado pelo Yahoo Finance.

Não está claro até agora se outros funcionários do Twitter se juntarão à ação coletiva.

Mais tarde na quinta-feira, alguns trabalhadores começaram a postar no Twitter que não conseguiam mais acessar suas contas de e-mail ou seus laptops de trabalho. De acordo com o NYT, alguns funcionários começaram a receber e-mails na sexta-feira dizendo que haviam sido demitidos.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.