Mundo

Coreia do Norte 'pagará preço por suas provocações', diz chefe do Estado-Maior Conjunto sul-coreano

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







A Coreia do Norte certamente “pagará um preço” por suas crescentes provocações, disse nesta sexta-feira (4) o chefe do Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul, Kim Seung-kyum, segundo a Yonhap.
A declaração de Kim aconteceu em uma reunião no início do dia com o comandante das Forças Aéreas do Pacífico dos EUA, general Kenneth Wilsbach. No encontro, o militar sul-coreano rotulou as últimas ações de Pyongyang como uma “ameaça grave à segurança regional”, relata a mídia.
Panorama internacional

Força Aérea da Coreia do Sul é acionada após detecção de 180 caças da Coreia do Norte

Durante a reunião, Kim também afirmou que a postura de defesa combinada dos aliados “ficará ainda mais forte” e que o Norte certamente pagará um preço “se continuar suas provocações” e que os lançamentos de mísseis balísticos norte-coreanos esta semana são “graves atos provocativos” que ameaçam a estabilidade da península coreana e da sociedade internacional em geral.
Nesta quarta-feira (2), a Defesa de Kim Jong-un disparou mais de 20 mísseis de diferentes tipos e na quinta-feira (3), realizou o lançamento de mais um míssil balístico, conforme noticiado.
Por sua vez, a Coreia do Norte criticou a Coreia do Sul e os Estados Unidos ontem (3) por expandirem seus exercícios aéreos combinados e prometeu a resposta “mais dura” contra qualquer “tentativa de forças hostis de violar sua soberania”.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.