Mundo

Milhares marcham por cessar-fogo na Ucrânia em Roma

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






ROMA, 5 de novembro – RIA Novosti. Dezenas de milhares de pessoas participam da marcha “Europa pela Paz”, exigindo o fim das hostilidades na Ucrânia e realizando negociações de paz.
A coluna de manifestantes avançou da Praça da República, no centro da capital, até a Praça San Giovanni in Laterano, com a basílica de mesmo nome, onde acontecerá o comício.

Itália alerta UE para ‘golpe sério’ devido à perda de petróleo russo

Cerca de 30.000 pessoas estão participando da marcha, disse o departamento de polícia romano à RIA Novosti.
Cerca de 600 organizações públicas e associações de toda a Itália aderiram à iniciativa de paz: católicos, pacifistas, escuteiros, ambientalistas, antifascistas e sindicatos. Os organizadores ressaltam que a manifestação não tem cunho político e será desprovida de símbolos partidários, porém, durante sua preparação, o evento contou com o apoio das maiores forças de oposição do país – o Partido Democrata e o Movimento 5 Estrelas.
Alguns dos manifestantes, segundo um correspondente da RIA Novosti, se opõem a novas entregas de armas para a Ucrânia. Esses ativistas chegaram à praça com cartazes e faixas “Diálogo, não armas” e “Sim às negociações, não às entregas.

Itália protesta contra aumento das tarifas de energia

A posição contra o envio de novas armas à margem do evento foi expressa pelo líder do “Movimento” e ex-primeiro-ministro Giuseppe Conte.
“Os cidadãos aqui hoje estão dizendo ao governo que a estratégia atual não está funcionando, é a maioria silenciosa do país”, disse ele ao chegar à praça. Ele apelou ao novo Conselho de Ministros e Ministro da Defesa Guido Crozetto “para não ousar tomar decisões sobre um novo pacote de armas sem discussão no parlamento”.
Os manifestantes pedem a eliminação da ameaça nuclear e, expressando solidariedade ao povo ucraniano, exigem um cessar-fogo na Ucrânia e avançam para negociações pacíficas. Eles cantam os slogans “Queremos uma paz precoce” e “Chega de guerras”.
O conflito militar, disseram os organizadores anteriormente, se reflete em escala global, causando crises alimentares e um aumento geral do custo de vida. “A guerra deve ser interrompida imediatamente”, disse o comitê organizador em comunicado.

Uma manifestação de protesto contra a política da Itália sobre a Ucrânia e as sanções ocorreu em Gênova



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.