Mundo

Sarkozy diz que Comissão Europeia excede mandato e se intromete em suprimentos de armas da Ucrânia

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







“Em primeiro lugar, a Comissão Europeia é uma instituição política. Não entendo sob qual artigo dos acordos europeus a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pode justificar sua competência em termos de aquisição de armas e política externa?” disse Sarkozy ao semanário francês Le Journal du Dimanche.
A União Europeia (UE) deve ter cuidado para não fomentar a escalada militar na Ucrânia, disse Sarkozy.
“A única coisa que os europeus estão ouvindo hoje é a alocação de bilhões adicionais para a compra de armas. Mais armas, mais mortes, mais guerra! Somos reféns de erros de cálculo, exaltação, irritação e ações impensadas. Estamos nos equilibrando no limite de um vulcão”, disse Sarkozy.
A presidente da Comissão Europeia disse na sexta-feira (21) que a UE pretende continuar financiando a Ucrânia em 2023, planejando alocar até € 18 bilhões (cerca de R$ 91,7 bilhões).
Embora os países europeus tenham afirmado que não são parte do conflito na Ucrânia, a UE vem entregando armas e fornecendo fundos para o regime de Kiev. Moscou repreendeu repetidamente os países ocidentais por sua hipocrisia, alertando que seus suprimentos militares para Kiev apenas prolongam o conflito.
Panorama internacional

União Europeia quer reduzir ‘dependência’ da China em meio ao crescente comércio bilateral



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.