Mundo

Mais de 90 mil manifestantes participam de protesto oposicionista na capital da Moldávia

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







Os organizadores solicitaram autorização das autoridades para realizar o protesto por tempo indeterminado em frente à sede do governo, mas foram aconselhados a se deslocar para perto do Parlamento. A polícia emitiu um aviso de que os manifestantes estão se preparando para confrontos e provocações.
O partido Sor negou as alegações e afirmou que as autoridades estão incomodadas com o protesto e tentam “imbuir medo” na população.
“O partido Sor rejeita categoricamente todas as acusações do Ministério do Interior de que está conspirando para desestabilizar a situação no protesto de hoje contra a pobreza e a crise causadas pelo partido de Ação e Solidariedade”, disseram os organizadores em um comunicado, alertando os ativistas para que respeitem a ordem pública e que se mantenham vigilantes contra potenciais provocações da polícia e das autoridades moldavas.
Os manifestantes tentaram marchar ao longo da avenida principal de Chisinau, mas foram barrados pela polícia. Depois de uma tentativa frustrada de quebrar o cordão policial, os manifestantes decidiram reunir-se exatamente onde foram parados.

© Sputnik / Rodion Proka / Acessar o banco de imagensA presidente da Moldávia Maia Sandu em uma coletiva de imprensa após a reunião com o presidente francês Emmanuel Macron em Chisinau, 24 de junho de 2022

A presidente da Moldávia Maia Sandu em uma coletiva de imprensa após a reunião com o presidente francês Emmanuel Macron em Chisinau, 24 de junho de 2022
“Os representantes das autoridades e as agências de aplicação da lei estão em guerra conosco, cidadãos moldavos. Não queremos ser maus, não queremos semear o ódio, mas é inaceitável que sejamos recebidos por policiais com armas e cassetetes”, disse Tauber sobre a situação.
O Partido Sor, em cooperação com o Partido dos Comunistas da República da Moldávia, organiza manifestações em Chisinau desde meados de setembro. Em 16 de outubro, a polícia dispersou uma manifestação pacífica e desmantelou o acampamento da oposição em frente ao Parlamento.
Os manifestantes dizem estar indignados com o aumento sem precedentes dos preços da energia e dos alimentos no país, assim como com a inflação elevada e o declínio dos padrões de vida.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.