OTAN: França reforçará presença militar no Leste Europeu, diz ministro


A declaração de Lecornu ocorreu durante uma reunião do Comitê de Relações Exteriores, Defesa e Forças Armadas do Senado francês.
“Em vista da situação no flanco oriental da OTAN devido aos combates que a Rússia está travando na Ucrânia, o presidente da república [francesa Emmanuel Macron] decidiu fortalecer nossa posição defensiva no Leste Europeu enviando uma brigada de veículos blindados e tanques à Romênia”, disse.
Lecornu também disse que a França enviará caças Rafale adicionais para a Lituânia e militares para a Estônia. Segundo o ministro, estes planos deverão estar concluídos até ao início de novembro.

© AP Photo / Mary AltafferPresidente da França, Emmanuel Macron, fala na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 20 de setembro de 2022

Presidente da França, Emmanuel Macron, fala na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 20 de setembro de 2022
Em 30 de junho, o presidente francês, Emmanuel Macron, já havia adiantado que os militares franceses enviariam uma nova brigada à Romênia para fortalecer o flanco oriental da OTAN. À época, os líderes da aliança militar ocidental concordaram com um plano para o aumento significativo de suas forças no Leste Europeu até 2023, em meio à operação militar especial russa na Ucrânia.
A OTAN disse que planeja aumentar o número de forças de alta prontidão na região para mais de 300 mil soldados em um futuro próximo, assim como ampliar a composição dos grupos de combate para o nível de brigada. Além disso, os países da OTAN se comprometeram a aumentar os gastos no setor de defesa.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor