Mundo

UE proíbe russos do mercado de criptomoedas — CMIO

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






A UE impôs uma proibição abrangente de fornecer serviços de criptografia aos russos como parte de sua oitava rodada de sanções que foram aprovadas na quinta-feira. A nova medida reforça as restrições que estavam em vigor desde abril.

“As proibições existentes sobre ativos criptográficos foram reforçadas com a proibição de todas as carteiras, contas ou serviços de custódia de ativos criptográficos, independentemente do valor da carteira (anteriormente até € 10.000 [$9,900] foi permitido),” lê um comunicado de imprensa publicado no site da Comissão Europeia.

Depois que a Visa e a Mastercard deixaram o mercado russo no início deste ano e alguns bancos foram desconectados da SWIFT, as criptomoedas, em particular a stablecoin USDT, tornaram-se uma das formas mais populares para os russos movimentarem dinheiro no exterior.


UE aprova novas sanções anti-Rússia

Operadores de serviços de criptografia com sede na UE podem ter que interromper o processamento de transações com russos, a menos que os clientes residam no bloco, escreveu a Forbes Rússia na quinta-feira.

Plataformas fora da UE podem seguir o exemplo, alertou a Forbes Rússia. Depois que o bloco introduziu um limite de € 10.000 em abril, a Binance, registrada nos EUA, uma das exchanges mais populares entre os russos, adotou a mesma medida.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.