Mundo

O secretário de imprensa de Zelensky explicou suas palavras sobre os ataques à Rússia

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






MOSCOU, 6 de outubro – RIA Novosti. O secretário de imprensa de Vladimir Zelensky, Sergei Nikiforov, explicou suas palavras sobre um ataque “preventivo” à Rússia.
Mais cedo, Zelensky, falando no Lowy Institute na Austrália via link de vídeo, disse que a Otan deveria lançar ataques “preventivos” à Federação Russa, e não “esperar pelos ataques nucleares da Rússia”.

Gabinete de Guterres comentou as palavras de Zelensky sobre um ataque nuclear à Rússia

Segundo o secretário de imprensa, Zelensky não pediu o uso de armas nucleares contra a Federação Russa. “Colegas, vocês foram um pouco longe com sua histeria nuclear e agora ouvem ataques nucleares onde não há nenhum”, disse Nikiforov.
“O presidente falou sobre o período até 24 de fevereiro. Então era necessário tomar medidas preventivas para evitar que a Rússia desencadeasse uma guerra. Deixe-me lembrá-los que as únicas medidas que foram discutidas naquele momento foram as sanções preventivas”, disse Nikiforov dito por Strana.
O secretário de imprensa do presidente da Federação Russa, Dmitry Peskov, em conexão com a declaração de Zelensky, disse anteriormente à RIA Novosti que suas palavras nada mais são do que um chamado para iniciar uma guerra mundial, a responsabilidade por isso deve ser assumida pelos Estados Unidos e Grande Grã-Bretanha, que realmente dirige as ações de Kyiv. Ele também enfatizou que todos os países do mundo devem prestar atenção às palavras de Zelensky. A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, observou que o Ocidente estava incitando uma guerra nuclear, e o “fantoche e desequilibrado” Zelensky “se transformou em um monstro cujas mãos poderiam destruir o planeta”.
A Rússia lançou uma operação militar na Ucrânia em 24 de fevereiro. O presidente russo, Vladimir Putin, chamou seu objetivo de “proteger as pessoas que foram submetidas ao genocídio pelo regime de Kyiv por oito anos”.

Avanço: Zelensky tomou a Europa como refém



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.