Mundo

Rússia continuará sendo maior fornecedor de armas e tecnologia da Índia, apesar da pressão dos EUA

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







“O fornecimento de armas da Rússia, a dependência da Índia dos suprimentos de defesa russos e a produção conjunta é a base na qual a amizade russo-indiana repousa”, explicou o dr. Anuradha Chenoy, professor aposentado do Centro de Estudos Russos e da Ásia Central da Universidade Jawaharlal Nehru, na Índia.
“Essa oferta tem sido consistente, constante e confiável para a Índia. Isso acontece especialmente porque a Rússia forneceu o que a Índia precisava, deu à Índia as mais recentes tecnologias sensíveis em momentos em que a Índia foi barrada por outras grandes potências e fabricantes.”
A Rússia é um dos maiores fornecedores de defesa da Índia, até 85% das plataformas militares da Índia são de origem russa. Moscou há muito que ocupa esse nicho de mercado desde que forneceu à Índia uma ampla gama de armas e tecnologia militar durante a Guerra Fria.
“As relações Rússia-Índia são profundas e estratégicas por natureza“, destacou Srikanth Kondapalli, reitor da Escola de Estudos Internacionais da Universidade Jawaharlal Nehru. “Tivemos uma aliança militar em 1971 com a então União Soviética e agora uma parceria estratégica.”
Panorama internacional

Enquete: mais americanos se opõem ao envio de ajuda militar à Ucrânia sem esforços diplomáticos

Em 6 de dezembro de 2021, Moscou e Nova Deli assinaram um abrangente programa de cooperação técnico-militar de dez anos para 2021-2031. O acordo prevê o desenvolvimento da cooperação bilateral militar e técnico-militar, incluindo pesquisa conjunta, produção e manutenção de sistemas de armamento, segundo o Times of India.
“O que pesa a favor da relação contínua entre a Rússia e a Índia na defesa é que obtemos mais vantagens, ou essencialmente obtemos um preço melhor ou melhor custo-benefício em comparação com as armas e sistemas que os EUA e o Ocidente oferecem à Índia”, comentou Robinder Sachdev, analista de diplomacia geopolítica e econômica e presidente fundador do Instituto Imagindia.
A posição da Rússia no mercado de defesa da Índia permanece sólida não apenas por causa da melhor relação preço-qualidade, mas também porque Moscou está ansiosa para compartilhar suas tecnologias militares sensíveis com a Índia no âmbito do programa “Made in India” do primeiro-ministro Narendra Modi, que completou seu oitavo aniversário em 25 de setembro de 2022.
“Nenhum outro país fabrica armas na Índia internamente sob licença”, disse ele. “A maioria dos países, em especial atualmente, gostaria de fabricar apenas [em] seus próprios países, já que esta é uma forma de protecionismo. Então a Rússia tem uma clara vantagem aqui.
“Não acredito que nações que possuem tecnologias supersônicas e hipersônicas gostem de compartilhá-las com a Índia ou qualquer outro país”, argumentou Chenoy. “Mas a Rússia tem sido generosa com a Índia. E parece que isso vai continuar e aumentar.
As sanções do Ocidente introduzidas após o início da operação militar especial não afetaram os contratos militares russo-indianos ou a produção conjunta, de acordo com dados recentes de exportação. Os atrasos relatados pelo Ocidente foram em grande parte devido às restrições impostas ao setor financeiro russo, que temporariamente prejudicou os acordos bilaterais com países estrangeiros, observou Konovalov, acrescentando que este problema está sendo resolvido através da mudança para pagamentos em moedas nacionais.
A circulação de notícias falsas que mancham a produção militar russa e a sua capacidade de satisfazer o mercado de defesa da Índia não é surpreendente, dado que os países da OTAN estão se esforçando para capitalizar o bom período de modernização militar de Nova Deli, de acordo com observadores indianos. Mesmo antes da operação militar da Rússia na Ucrânia, o governo Trump ameaçou a Índia com sanções sob a lei CAATSA.

“Muitos países ocidentais gostariam de substituir a Rússia no lucrativo mercado indiano”, disse Chenoy. “Eles têm pressionado a Índia a comprar as armas deles […] Há muita pressão dos EUA e do Ocidente sobre a Índia em todos os níveis e em diferentes frentes. As autoridades americanas têm repetidamente [forçado] a liderança indiana a sancionar a Rússia. Mas a Índia virou as costas para isso.”

O professor aposentado espera que os EUA continuem exercendo pressão sobre Nova Deli, mas enfatiza que, apesar das chantagens do Ocidente, “em um futuro próximo, é provável que a Rússia siga sendo o principal fornecedor de armas e tecnologia da Índia”, enfatizou o dr. Raj Kumar Sharma, da Escola de Assuntos Transnacionais de Deli da Universidade de Deli. “Pode haver mais projetos conjuntos, que estão em sintonia com os esforços do governo indiano para aumentar a fabricação doméstica na Índia.”



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.