Mundo

Estados da UE não concordam com sanções russas ao petróleo

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






A União Europeia está lutando para chegar a um acordo sobre a imposição de um teto de preço do petróleo russo e provavelmente adiará a ideia até que um pacote de sanções mais amplo seja acordado, informou a Bloomberg na segunda-feira.

De acordo com a mídia, citando fontes familiarizadas com as negociações em andamento, Chipre e Hungria estão entre os países que expressaram oposição à proposta de teto do preço do petróleo. Enquanto isso, as sanções da UE exigem unanimidade do bloco, dando a cada nação um veto efetivo.

Fontes disseram à Bloomberg que a Comissão Europeia se reuniu com os Estados membros no fim de semana para tentar chegar a um acordo sobre o pacote de sanções. Muitos detalhes ainda precisam ser resolvidos, incluindo a que preço os aliados estabeleceriam o limite. As fontes também disseram que quaisquer medidas precisariam entrar em vigor antes de 5 de dezembro, quando as medidas da UE adotadas anteriormente entrarem em vigor que proíbem a importação de petróleo marítimo, bem como os serviços necessários para transportá-lo.

“A pressão da UE para impor um teto de preço ao petróleo russo alinharia o bloco com um esforço dos EUA para impedir que o custo do petróleo subisse e comer a receita de Moscou com as vendas de energia”. escreveu Bloomberg.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
Mais sanções anti-Rússia da UE a caminho — FT

No início deste mês, as nações do Grupo dos Sete (G7) chegaram a um acordo para bloquear o embarque de petróleo russo acima do preço estabelecido.

Os líderes ocidentais concordaram em junho em explorar um teto de preço para limitar quanto as refinarias e traders podem pagar pelo petróleo russo. Moscou deixou claro que não cumpriria, enviando seu petróleo para países não vinculados ao limite. O vice-primeiro-ministro Alexander Novak alertou que as nações que apoiam o teto de preço não receberão petróleo russo.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.