Mundo

Em território disputado com Líbano, Israel tem 'plano de segurança' com EUA para extração de gás

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







O primeiro-ministro de Israel, Yair Lapid, discutiu neste domingo (25) os preparativos para a produção de gás no campo de gás de Karish, na costa do Mediterrâneo, durante uma reunião com representantes dos EUA.
O governo de Joe Biden lidera as contenciosas e frágeis negociações sobre os direitos da área de perfuração offshore, objeto de longas negociações com o Líbano e repetidas ameaças do grupo Hezbollah.
Segundo informações do The Times of Israel, o ministro da Defesa israelense, Benny Gantz, participou do encontro ao lado de outros oficiais de segurança de alto nível e profissionais do setor de energia.
Panorama internacional

Como opção à energia russa, UE assina acordo com Egito e Israel para aumentar exportações de gás

A discussão se concentrou nas operações em torno do status de Karish e nas defesas contra ataques do Hezbollah, assim que a produção de gás começar.
Espera-se uma reunião do gabinete de segurança de alto nível já na próxima semana para aprovar um acordo com o Líbano sobre o campo de gás disputado.
A disputa marítima refere-se a cerca de 860 quilômetros quadrados do mar Mediterrâneo. O Líbano alega que o campo de gás Karish está em território disputado, enquanto Israel diz que está dentro de suas águas econômicas internacionalmente reconhecidas.
Chama de gás natural em um poço de petróleo na cidade de Watford, Reino Unido, 26 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 30.05.2022

Panorama internacional

Israel retoma exploração de gás natural no Mediterrâneo para o exportar à Europa

No início deste mês, o Ministério da Energia do Estado judeu anunciou que deveria realizar testes no campo marítimo disputado, antes dos planos de conectá-lo à rede de gás de Israel
Também neste mês, o escritório de Lapid prometeu que Israel iria em frente e extrairia gás de Karish com ou sem acordo na fronteira marítima com o Líbano.
Atualmente, Israel sustenta que o Irã está pressionando o Líbano para não ceder às negociações. Para isso, afirmam as autoridades israelenses, os iranianos abastecem o Hezbollah, fornecem combustível e consertam a rede elétrica do país.
Marinheiros turcos durante cerimônia de guarda de honra no navio de guerra turco TCG Kemalreis, porto de Haifa, Israel, 4 de setembro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 12.09.2022

Panorama internacional

Começa no Mediterrâneo o maior exercício naval da OTAN



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.