Mundo

Argentina critica 'provocação' em competição britânica com nome inglês das ilhas Malvinas

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







O Ministério das Relações Exteriores da Argentina protestou na sexta-feira (23) contra a realização de uma competição lançada pela embaixada britânica que afirma a posse das ilhas Malvinas.
O evento pedia aos estudantes da Argentina, Brasil, Chile e Uruguai que gravassem um vídeo respondendo à pergunta “Por que eu gostaria de me encontrar com meus vizinhos nas ilhas Falkland“, a fim de ganhar uma viagem ao arquipélago, usando seu nome inglês na pergunta.
O Ministério das Relações Exteriores condenou a iniciativa, dizendo que utilizava “um slogan incorreto” e “um topônimo ilegítimo”.
Panorama internacional

No G7, Argentina pede ‘fim do colonialismo’ britânico sobre as Ilhas Malvinas

Já Guillermo Carmona, secretário para as ilhas Malvinas, Antártica e Atlântico Sul, descreveu o concurso como “uma provocação absolutamente desnecessária”, sendo esta uma “ação inadequada” e “digna de repúdio”.
Ele acrescentou que esta não é a primeira vez que as autoridades britânicas organizam um concurso deste tipo. Buenos Aires também aspira a propagar sua cultura e, por esta razão, “lançou bolsas de estudo para que venham estudar aqui a fim de alcançar uma integração efetiva”, referiu Carmona.
As ilhas Malvinas foram governadas pela Argentina de 1829 a 1833, quando nesse último ano o Reino Unido capturou o arquipélago e expulsou as forças do país sul-americano. Em 1982 a Argentina ocupou temporariamente as ilhas, mas o Reino Unido enviou forças em resposta e venceu a Guerra das Malvinas, decidindo sua soberania a favor de Londres.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.