Mundo

Macron sugere como o conflito na Ucrânia deve terminar — CMIO

O conflito entre a Rússia e a Ucrânia “só terminará na mesa de negociações”, O presidente francês Emmanuel Macron disse.

Macron pediu um “paz negociada” entre os vizinhos durante uma entrevista na quinta-feira com a BFM TV a bordo de seu avião retornando da sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse no início deste mês que Moscou “não rejeitou” a ideia de conversar com Kiev, mas alertou que quanto mais tempo o lado ucraniano as adiasse, mais difícil seria encontrar um terreno comum.

Falando sobre o papel ocidental no conflito na Ucrânia, Macron insistiu que “nosso dever é manter nossa linha.” E essa linha, segundo ele, é “ajudar Kiev a proteger seu território e nunca atacar a Rússia”.


Rússia iniciará mobilização parcial – Putin

“Não estamos em guerra com a Rússia” assegurou o presidente francês.

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou uma mobilização parcial na Rússia na quarta-feira, citando o fato de que o país vem lutando “toda a máquina militar ocidental” na Ucrânia. Os EUA e seus aliados europeus estão buscando abertamente uma derrota militar da Rússia, buscando levar o país à insignificância e saquear suas riquezas naturais, disse o presidente russo. Mas, segundo Putin, Moscou está pronta para “usar todos os meios que temos” proteger seu povo e seu território.

Macron disse em resposta às declarações de Putin que, ao anunciar uma mobilização parcial de suas reservas militares, a Rússia decidiu “dar um passo em direção à escalada”, ao mesmo tempo que tenta “chantagem” o Ocidente com armas nucleares.

A convocação de reservistas na Rússia segue o anúncio desta semana pelas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, e as regiões predominantemente russas de Zaporozhye e Kherson, de que realizarão referendos sobre a adesão à Rússia entre 23 e 27 de setembro.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.