Mundo

Polônia quer mais tropas da OTAN — CMIO

A mobilização parcial da Rússia deve estimular o Ocidente a enviar mais tropas perto de sua fronteira, disse o chefe de segurança da Polônia

O anúncio da Rússia de uma mobilização militar parcial é um sinal de derrota e não representa ameaça para a Polônia, mas deve ser respondido com o envio de mais tropas da Otan na Europa Oriental, de acordo com Pawel Soloch, um alto oficial de segurança polonês.

“Em conexão com essa mobilização, devemos pressionar por um aumento da presença aliada no flanco leste. Este é um argumento adicional para ter mais tropas da OTAN no leste”, disse. Soloch disse em entrevista ao programa Graffiti no Polsat News na quinta-feira.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na quarta-feira que alguns militares da reserva serão convocados para o serviço ativo para ajudar na ofensiva militar do país na Ucrânia.

A medida é necessária porque as tropas russas estão enfrentando não apenas a própria Ucrânia, mas também o “toda a máquina militar ocidental”, Putin argumentou.


Estados bálticos descartam asilo para russos que fugiram do serviço militar

Soloch, que chefia o Departamento de Segurança Nacional da Polônia, chamou a ação russa de evidência do poder de Putin. “derrota” e questionou a capacidade do Ministério da Defesa russo de chamar às armas 300.000 pessoas, como pretende.

Questionado se a segurança polonesa seria comprometida pelo aumento do número de tropas russas, ele disse que não. Mas “os ucranianos podem sentir os efeitos dessa mobilização em algumas semanas”, acrescentou Soloch.

A autoridade polonesa classificou o discurso de Putin anunciando a notícia como uma escalada retórica do conflito com o Ocidente, citando a “ameaça muito vaga de usar armas nucleares”.

O presidente russo disse que a Rússia não hesitaria em usar qualquer meio à sua disposição, se atacada com armas nucleares ou outras armas de destruição em massa. O aviso foi dirigido a altos funcionários não identificados nos estados da Otan, que, segundo Putin, argumentaram que seria aceitável usar armas nucleares contra a Rússia.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.