Mundo

Mídia: Ucrânia pede ao Ocidente suprimentos urgentes de tanques para “contra-ofensiva”

WASHINGTON, 23 de setembro – RIA Novosti. A Ucrânia está pedindo entregas de emergência de tanques modernos, mas os países ocidentais não têm pressa em atender ao pedido, afirma o Politico, citando sete pessoas familiarizadas com a situação.
Segundo eles, no contexto de uma contra-ofensiva nas regiões de Kharkiv e Kherson, os tanques ocuparam o primeiro lugar na lista de desejos dos ucranianos que esperam alcançar um progresso ainda maior com a ajuda do americano Abrams ou do alemão Leopards. As tropas ucranianas começaram a tentar uma contra-ofensiva na direção Kherson-Nikolaev no final de agosto. O Ministério da Defesa russo informa que todas essas tentativas estão sendo repelidas, as tropas ucranianas estão sofrendo grandes perdas em mão de obra e equipamentos.
“Mas altos funcionários de segurança nacional em ambos os países demoraram a transferir os tanques, em parte por causa de dificuldades de desenvolvimento e logística”, citou o Politico “oficiais dos EUA, conselheiros ucranianos e assessores parlamentares”.
Dos aliados ocidentais, a Ucrânia recebe veículos blindados de fabricação soviética. Segundo o Politico, apenas a Polônia transferiu cerca de 250 tanques T-72 e assinou um contrato para comprar o mesmo número de Abrams dos EUA.
No estágio inicial da campanha, os militares ucranianos precisavam principalmente de sistemas de mísseis antitanque e antiaéreos portáteis; então, à medida que a natureza das hostilidades evoluiu, a ênfase nos suprimentos foi colocada na artilharia e nos sistemas de foguetes de lançamento múltiplo.
No contexto da operação especial russa para proteger o Donbass, que começou em 24 de fevereiro, Washington e aliados da OTAN continuam a bombear armas para a Ucrânia. Moscou afirmou repetidamente que o fornecimento de armas ocidentais apenas prolonga o conflito, e o transporte com elas se torna um alvo legítimo.

Zelensky exigiu tanques da Alemanha para “vitória”



Conteúdo traduzido por RJ983

Agência RIA Novosti – Verificado




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.