Mundo

Homem ateia fogo em si mesmo em protesto contra funeral de ex-PM — CMIO

O indivíduo se opôs “veementemente” ao funeral de Estado do ex-líder do Japão Shinzo Abe, segundo a polícia

A polícia de Tóquio disse que um homem se incendiou na capital japonesa para protestar contra o funeral de Estado do ex-primeiro-ministro Shinzo Abe, que foi assassinado em julho.

O primeiro-ministro mais antigo do Japão, Abe foi baleado em plena luz do dia durante um comício de campanha eleitoral parlamentar. Ele deixou o cargo de líder em 2020.

O incidente ocorreu em uma rua perto do escritório do primeiro-ministro, disse a polícia. O homem, que teria cerca de 70 anos, foi hospitalizado com queimaduras.

O jornal Asahi Shimbun citou o Corpo de Bombeiros de Tóquio dizendo que um policial sofreu uma queimadura no braço enquanto tentava extinguir o fogo. A polícia disse que encontrou uma nota manuscrita, com a mensagem: “Como indivíduo, me oponho veementemente ao funeral de estado.”

Pesquisas recentes mostraram que a maioria das pessoas no Japão se opõe a um funeral financiado pelos contribuintes para Abe, que acontecerá em 27 de setembro, de acordo com a Kyodo News. Os opositores argumentam que não há base legal para um funeral de estado e que o governo altamente endividado não deveria gastar dinheiro com o evento.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
Japão abate ministros após controvérsia ‘cult’

Uma petição exigindo o cancelamento do funeral de estado alcançou mais de 400.000 assinaturas no início deste mês, segundo Asahi Shimbun.

O funeral custará cerca de US$ 1,8 milhão, com cerca de 6.000 convidados esperados para o evento na arena Nippon Budokan, em Tóquio.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.