Mundo

Altos funcionários americanos admitem à CNN desilusão por fracasso das sanções contra a Rússia

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report







Altos funcionários dos EUA revelaram em declarações à emissora americana CNN sua desilusão sobre o bom desempenho da economia da Rússia, apesar das sanções impostas pelos países ocidentais.
A CNN citou as receitas recorde da venda de petróleo e gás após a subida dos respetivos preços como razão para uma queda econômica muito menor do que o esperado, apesar das sanções impostas a Moscou serem as mais duras de todos os tempos.
Para as fontes citadas, as restrições impostas contra o país deviam ter tido um efeito mais devastador.
“Esperávamos que coisas como a [desconexão do sistema de pagamentos] SWIFT e todas as sanções de bloqueio aos bancos russos implodissem totalmente a economia russa e que, basicamente, até setembro, estaríamos lidando com uma Rússia economicamente muito mais enfraquecida do que aquela com a qual estamos lidando”, comentou um dos altos funcionários.
Um outro funcionário do governo mencionou que a atual administração americana esperava ver a Rússia sofrendo mais agora, devido às condições altamente desfavoráveis para o país.
Panorama internacional

‘Condenado ao fracasso’: economista dos EUA critica novo plano do Ocidente para atingir Rússia

Ao mesmo tempo, outro funcionário garantiu que os políticos que elaboraram as sanções esperavam que seu efeito seria de longo prazo, e que fatores como os custos da operação militar especial na Ucrânia e os altos preços dos hidrocarbonetos não seriam sustentáveis.

Desagregação da Rússia não vai acontecer

Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse nesta sexta-feira (16) que os países ocidentais querem a desagregação de seu país, mas que isso não acontecerá.
“Eles não verão isso”, assegurou.
Na segunda-feira (12) ele também afirmou que “a tática do blitzkrieg econômico, um assalto no qual eles apostaram, não deu certo, isso já é óbvio para todos, inclusive para eles. Nós concretizamos rapidamente medidas protetoras eficazes, lançamos mecanismos de apoio aos setores-chave, às empresas mais importantes, bem como às pequenas e médias empresas”, acrescentando que o orçamento russo está em melhor situação que a de muitos países do G20 e amigos no BRICS.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.