Mundo

Putin: na política e economia globais estão surgindo mudanças fundamentais, que são irreversíveis


“Estão surgindo transformações fundamentais na política e na economia mundiais e elas têm caráter irreversível”, disse nesta sexta-feira (16) o líder da Rússia na cúpula da Organização de Cooperação de Xangai (SCO, na sigla em inglês).
Ele observou que “está se tornando capa vez mais aparente o papel crescente de novos centros de poder que interagem uns com os outros não se baseando em certas regras impostas de fora que ninguém viu, mas em princípios universalmente reconhecidos do primado de direito internacional e da Carta da ONU, de garantia de segurança equitativa e indivisível, respeito à soberania, valores nacionais e interesses mútuos”.
Rússia saúda a decisão de suspensão de sanções aos fertilizantes russos, mas acontece que apenas os países europeus podem comprá-los, não os países mais pobres, disse Putin.
Durante o seu discurso na reunião de chefes de Estado dos países-membros da SCO, Putin expressou esperança de que o Ocidente pare de usar protecionismo e sanções e pare de agir de forma egoísta.

“Um claro exemplo deste egoísmo foi a decisão da Comissão Europeia de suspender as sanções aos fertilizantes russos. A própria decisão de suspensão de sanções é certamente bem-vinda. Mas acontece que essas sanções, de acordo com a explicação da Comissão Europeia de 10 de setembro deste ano, foram suspensas apenas para os Estados-membros da UE. Acontece que só eles podem comprar nossos fertilizantes. E os países em desenvolvimento e mais pobres do mundo?”, disse o líder russo.

O presidente russo ressaltou também que até 90% dos produtos alimentícios da Rússia estão sendo endereçados a países da Ásia, África e América Latina.
Ele reafirmou que a Rússia está pronta a fornecer gratuitamente 300 mil toneladas de fertilizantes, acumuladas nos portos marítimos da União Europeia, aos países em desenvolvimento.
Panorama internacional

Aliança de Moscou com Pequim arruína pretensões de Washington à liderança, diz ex-agente secreta

Desde a assinatura do acordo, apenas 28% dos embarques de grãos da Ucrânia foram para países de baixa renda e 44% para países de alta renda, de acordo com um relatório Centro de Coordenação Conjunta (JCC, na sigla em inglês) da última segunda-feira (12).



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.