Mundo

Importações dos EUA de metais russos caem para quase zero – CMIO

As exportações russas de metais ferrosos para os EUA caíram para US$ 0,6 milhão em julho, em comparação com US$ 201 milhões no mês anterior, e mais de US$ 1 bilhão no primeiro semestre de 2022, informou o diário empresarial russo RBK na segunda-feira, citando os dados do US Census Bureau.

Em junho, as ferroligas representaram a maior parte das exportações de metais ferrosos para os EUA, que totalizaram US$ 112,5 milhões, juntamente com produtos semi-acabados de ferro e aço, no valor de US$ 88 milhões. Em julho, os embarques caíram para US$ 0,4 milhão e zero, respectivamente.

No ano passado, as importações americanas de metais ferrosos russos, incluindo ferro fundido, ferro, aço e metal laminado, totalizaram US$ 2,77 bilhões, uma média de US$ 230 milhões por mês. Naquela época, os EUA representavam quase 9% de todas as exportações russas de metais ferrosos.

Em abril, o Grupo dos Sete países revogou a “nação mais favorecida” status comercial em resposta ao conflito na Ucrânia. O status garantiu tarifas baixas sobre produtos russos vendidos globalmente desde 2012.

No final de junho, Washington divulgou sua lista final de produtos russos alvo de tarifas de importação de 35% como parte das sanções relacionadas à Ucrânia. Os itens incluem aço e diversos tipos de produtos siderúrgicos.


Rússia ainda ganha bilhões com o comércio dos EUA – AP

Os custos proibitivos levaram a Rússia a se reorientar para mercados alternativos. Em junho, a lista dos maiores importadores de metais ferrosos russos incluía a Turquia, que comprou produtos no valor de US$ 546 milhões.

A China aumentou significativamente as compras de ferro e aço russos, de US$ 163,5 milhões em junho para US$ 337,4 milhões em julho, segundo dados de comércio exterior da ONU e da Administração Geral de Alfândegas da China. Em julho de 2021, Pequim importou apenas US$ 84,5 milhões em metais ferrosos russos.

México, Taiwan, países do Oriente Médio e Índia também estão se tornando grandes compradores. Em agosto, o Ministério do Comércio da Rússia informou que a participação dos estados asiáticos nas exportações de metais superou 50% em comparação com 10-20% registrados anteriormente. No entanto, as empresas russas estão tendo que vender metais com descontos significativos de 25% ou mais, segundo dados da Fastmarkets, citados pela mídia.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.