Mundo

Atirador ao vivo mata quatro — CMIO

A polícia de Memphis, no estado americano do Tennessee, prendeu um suspeito que supostamente passou horas dirigindo pela cidade atirando nas pessoas enquanto transmitia ao vivo suas ações mortais.

A onda de tiroteios e roubos de carros começou depois da meia-noite de quarta-feira e terminou quando o suspeito foi detido por policiais após uma perseguição em alta velocidade, que começou por volta das 21h, horário local, de acordo com o chefe de polícia de Memphis, Cerelyn CJ Davis.

O suspeito negro foi identificado como Ezekiel Kelly, 19 anos. Durante o dia, ele supostamente matou quatro pessoas e feriu outras três, uma delas gravemente, disse a polícia. Ele também é acusado de roubar vários veículos.

O atirador transmitiu ao vivo algumas partes do tumulto no Facebook e no Instagram, informou a mídia local. Um dos vídeos supostamente transmitidos por Kelly parece mostrá-lo entrando em uma loja da AutoZone e atirando em um homem. A vítima foi atendida no hospital por causa de um ferimento no abdômen.

As autoridades emitiram um alerta de abrigo no local após o incidente da AutoZone, que foi o quarto tiroteio. Kelly supostamente bateu o último carro que ele roubou depois de ser perseguido por policiais por cerca de meia hora.

Kelly tem antecedentes criminais, disse o prefeito de Memphis, Jim Strickland, durante uma entrevista coletiva. Ele foi acusado de assassinato em primeiro grau e se declarou culpado de um crime menor de agressão agravada em abril de 2021. Ele foi condenado a três anos, dos quais cumpriu apenas 11 meses e foi libertado no final de março deste ano.

“Se o senhor Kelly cumprisse sua sentença completa de três anos, ele ainda estaria na prisão hoje, e quatro de nossos concidadãos ainda estariam vivos”. destacou o prefeito.

Durante as horas de terror em Memphis, a autoridade de transporte da cidade suspendeu os serviços de ônibus e bonde enquanto a polícia procurava o atirador. A Universidade de Memphis e o Rhodes College fecharam seus campi em meio à caçada.

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.