Mundo

Espanha vira maior importador mundial de GNL da Rússia em meio ao posicionamento anti-Moscou


A Espanha se tornou o maior importador mundial de gás natural liquefeito (GNL) da Rússia em julho e agosto de 2022, informou na terça-feira (6) a rádio espanhola Cadena SER.
Como explicou Lauri Myllyvirta, analista sênior do Centro de Pesquisa de Energia e Ar Limpo (CREA, na sigla em inglês) da Finlândia, um think tank sediado em Helsinque, isso foi provocado por sucessivas ondas de calor durante esses dois meses, que levaram a um aumento na demanda de energia para o ar condicionado.
Enquanto isso, a seca empurrou as reservas de água da Espanha para o nível mais baixo em décadas, ocasionando uma queda na geração de energia hidrelétrica, sublinhou.
Panorama internacional

Apesar das sanções, Espanha aumenta importações de gás da Rússia

Segundo Myllyvirta, “nestes dois meses, a Espanha foi o maior importador de GNL russo do mundo, pagando cerca de € 750 milhões [R$ 3,9 bilhões]”, o que aumentou significativamente a geração de eletricidade alimentada a gás. Ela totalizou 35% de toda a eletricidade espanhola gerada, disse o especialista.

Posição da Espanha

A Espanha é um dos maiores países compradores de GNL que é transportado por navio, mas não lidera entre os países que importam gás, petróleo ou carvão da Rússia.
A Espanha, igual a outros países ocidentais, se juntou às sanções contra a Rússia e ao apoio à Ucrânia em meio à operação militar especial de Moscou. O país tem sofrido das maiores taxas de inflação na União Europeia, registrando uma alta para 10,4% em agosto. Ela diminuiu ligeiramente em relação aos 10,9% em julho, mas segue nos níveis mais elevados desde os meados da década de 1980.
O impacto das sanções na Rússia tem sido limitado, com a CREA referindo em um relatório anterior que a Rússia está lucrando mais dinheiro com as exportações de combustíveis fósseis do que está gastando com a operação especial.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.