Mundo

Pesquisa aponta que mais de 70% dos húngaros consideram sanções contra Rússia prejudiciais à Europa


De acordo com uma pesquisa divulgada pelo centro de pesquisa de opinião pública Szazadveg nesta quarta-feira (7), a maioria dos húngaros rejeita as sanções antirrussas, enquanto apenas 21% dos entrevistados consideram as sanções ocidentais contra a Rússia “bastante úteis”.
Além disso, 50% dos entrevistados consideraram as sanções excessivas, um quarto expressou a opinião de que eram suficientes e apenas um quinto dos húngaros as considera insuficientes.
Enquanto isso, 86% dos cidadãos “concordaram” que a Rússia e a Ucrânia devem iniciar negociações de paz, como tem sido repetidamente afirmado pelas autoridades húngaras.
A pesquisa telefônica foi realizada na Hungria em setembro de 2022. No total, 1.000 pessoas com 18 anos ou mais participaram da pesquisa. A margem de erro estatística não é especificada.
Panorama internacional

Hungria pede suspensão de sanções contra cidadãos russos e ‘enfurece’ UE, diz mídia

Em 24 de fevereiro, a Rússia lançou uma operação militar especial na Ucrânia depois que as repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) pediram ajuda para se defender das forças ucranianas. O Ocidente respondeu à iniciativa impondo sanções abrangentes contra a Rússia, com a UE prometendo acabar com sua dependência do fornecimento de energia russo. O bloco já aprovou sete pacotes de sanções contra Moscou.
As sanções ocidentais resultaram em interrupções nas cadeias de suprimentos e um aumento nos preços de energia e alimentos em todo o mundo. O presidente russo, Vladimir Putin, disse que a política de conter e enfraquecer Moscou faz parte da estratégia de longo prazo do Ocidente, enquanto as sanções atingiram toda a economia global e pioraram a vida de milhões de pessoas.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.