Mundo

EUA querem esconder da Rússia testemunhas de programa biológico na Ucrânia, diz MD russo


O Ministério da Defesa da Rússia acompanha o surgimento de publicações que indicam uma reação nervosa dos EUA aos documentos sobre pesquisas biológicas na Ucrânia, disse no sábado (3) Igor Kirillov, chefe das Tropas de Defesa Radiológica, Química e Biológica das Forças Armadas russas.
“Atualmente notamos o surgimento de publicações na imprensa estrangeira com uma reação nervosa de Washington aos documentos altamente sensíveis tornados públicos pelo Ministério da Defesa [da Rússia]”, disse Kirillov em um briefing.

“Os jornalistas sublinham que os serviços de inteligência dos EUA estão tomando medidas sem precedentes para garantir que o lado russo não tenha potenciais testemunhas próximas à implementação dos projetos biológico-militares secretos do Pentágono na Ucrânia”, continuou ele.

Segundo o comandante militar, tais preocupações da Casa Branca confirmam novamente a natureza ameaçadora do programa biológico-militar dos EUA disfarçado de um propósito civil, tanto para a Rússia quanto para toda a comunidade mundial.
Panorama internacional

EUA e parceiros dizem que programa de redução de ameaças biológicas não tem nada a ver com armas

Igor Kirillov sublinhou que os EUA bloqueiam a verificação da execução da Convenção sobre as Armas Químicas e, junto com Kiev, omitem menções sobre tais atividades na Ucrânia desde 2016, o que diz levar a dúvidas sobre os verdadeiros objetivos do Pentágono.
“Temos à nossa disposição uma confirmação do pedido de 15 de dezembro de 2021 da Ucrânia ao fabricante turco dos veículos aéreos não tripulados Bayraktar sobre a possibilidade de equipar estes drones com sistemas e mecanismos de pulverização de aerossóis com capacidade superior a 20 litros”, referiu também Kirillov, acrescentando que seu alcance de voo de 300 km constitui uma ameaça à própria Rússia.
Além disso, apontou, o documento № 8 967 029 revela uma patente para um drone que dissemina no ar insetos infectados. Devido ao fato de a legislação dos EUA não permitir a emissão de uma patente sem a produção de um dispositivo concreto, “é possível concluir que o contêiner, como meio de transporte de agentes biológicos, foi criado e fabricado“, concluiu ele.
De acordo com Kirillov, o Pentágono está agora transferindo os programas biológico-militares para outros países do Leste Europeu, que incluem a Bulgária, República Tcheca e países bálticos. Esses passos são por si só uma ameaça à segurança militar da Rússia, afirmou.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.