Mundo

ONU agradece à Rússia por manter a equipe da AIEA segura


“Estamos satisfeitos por a Federação Russa ter feito o que precisava para manter nossos inspetores seguros”, disse Stéphane Dujarric aos jornalistas em um briefing após ser perguntado sobre os comentários de Moscou.
“Como acontece com qualquer missão da ONU, manter a equipe da ONU segura é responsabilidade daqueles que controlam uma determinada área”, acrescentou ele, também agradecendo às “pessoas da segurança e motoristas” pelo “tremendo trabalho” de manter a equipe da AIEA em segurança dentro e fora da usina de Zaporozhie.
A missão, liderada pelo diretor da AIEA, Rafael Grossi, demorou a passar um posto de controle ucraniano na manhã de quinta-feira (1º).
Os especialistas chegaram finalmente à cidade de Energodar, controlada pela Rússia, e permaneceram várias horas nas instalações da usina, antes de voltar para o território controlado pela Ucrânia.
No entanto, pouco antes da visita da AIEA, a artilharia ucraniana atacou Energodar e a própria usina de Zaporozhie, enquanto um grupo de tropas especiais atravessou o reservatório de Kakhovka de barco e tentou invadir a instalação, disse o Ministério da Defesa russo.
Panorama internacional

Diretor-geral da AIEA diz que missão reuniu ‘elementos-chave’ em Zaporozhie

Tanto o grupo de assalto inicial quanto os reforços que se seguiram foram eliminados por militares e helicópteros de combate russos, disse a entidade.
De acordo com Moscou, o seu objetivo era tomar a usina controlada pela Rússia e usar o pessoal da AIEA como “escudos humanos” para manter o controle da instalação.



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.