Mundo

A Alemanha não ajudará os ‘freeloaders’ do gás – Habeck – CMIO

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Ministério da Economia diz que vai reavaliar pacote de ajuda oferecido às empresas de energia

Berlim não ajudará as empresas de energia domésticas que obtiveram lucros recordes durante a crise energética e, portanto, não precisam de ajuda do governo, disse o ministro da Economia alemão, Robert Habeck, em entrevista à rádio Deutschlandfunk na terça-feira.

O que obviamente não precisamos é que os aproveitadores com bons lucros recebam a ajuda”, disse Habeck, referindo-se à crescente indignação pública com o fato de que algumas empresas de energia alemãs que solicitaram ajuda do governo em meio à diminuição do fornecimento de gás da Rússia estão registrando lucros recordes devido ao aumento dos custos de energia.

Sob a política recentemente revelada de Berlim, os consumidores alemães teriam que pagar uma nova taxa de gás, um extra de 2,4 centavos de euro por cada quilowatt-hora de gás que usarem de 1º de outubro até o final de março de 2024. A taxa visa ajudar os fornecedores de energia alemães manter-se à tona em meio ao aumento dos custos do gás, mas relatórios recentes da mídia indicam que das 12 empresas que solicitaram assistência do governo com base nessa taxa, algumas fizeram bilhões em lucros devido à inflação de energia nos últimos meses – e uma só tinha cerca de 1,5% de dependência gás russo e praticamente não foi afetado pela escassez de oferta.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO:
Fornecedor de energia alemão enfrenta enormes perdas

Ao enfatizar que a taxa é importante para “espalhar o fardo dos preços altos” e garantir o fornecimento seguro de energia no país, Habeck disse que Berlim vai rever o mecanismo e alterá-lo para evitar a concessão de ajuda a quem não precisa. Uma das opções é proibir dividendos para empresas que utilizam o pacote de auxílio. O gabinete de ministros alemão deve discutir o assunto ainda nesta terça-feira.

Para mais matérias sobre economia e finanças, visite a seção de negócios da RT

Você pode compartilhar esta história nas redes sociais:

Verificado por RJ983

Conteúdo traduzido

Ver fonte

  Fact-checking   Autentic   DMCA   Report






Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.