Mundo

Morre aos 91 anos Mikhail Gorbachev, ex-presidente da União Soviética


O ex-chefe de Estado da União Soviética (URSS) Mikhail Gorbachev morreu nesta terça-feira (30), aos 91 anos de idade. Ele estava internado no Hospital Clínico Central de Moscou, onde deu entrada na segunda-feira (29), para fazer uma sessão de hemodiálise.
“Mikhail Sergeevich Gorbachev morreu esta noite após uma doença grave e longa”, informou o hospital a repórteres.
Não há informações claras sobre o real estado de saúde de Gorbachev nas semanas que antecederam sua morte. Porém, no início do verão russo, circularam rumores sobre uma rápida deterioração em seu estado de saúde, que foram refutados pela Fundação Gorbachev.
Panorama internacional

‘História não será reescrita’, diz embaixador da Rússia no aniversário do ataque nazista à URSS

Mikhail Gorbachev governou a URSS durante os últimos sete anos de existência do país, até sua dissolução em 1991. Nesse período, o país atravessou seus momentos geopolíticos mais importantes. Foi durante o governo de Gorbachev que a Guerra Fria chegou ao fim, tropas soviéticas foram retiradas do Afeganistão e a própria URSS colapsou, evento que resultou na queda do Muro de Berlim, em 1989. Ele é considerado o arquiteto da “Perestroika”, o projeto de reforma política e econômica da URSS.
Considerado uma das figuras mais proeminentes do século XX, Gorbachev recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1990. O ex-chefe de Estado da URSS coleciona uma legião de admiradores e detratores. Os primeiros o consideram um lendário reformador que trouxe liberdade e democracia a um país hermético, e que criou os conceitos de “Glasnost” (transparência e liberdade de expressão) e “Perestroika” (reconstrução, reforma). Já para os críticos, Gorbachev é simplesmente responsável pelo fim de uma superpotência.

© Sputnik / Yuri AbramochkinO então secretário-geral da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), Mikhail Gorbachev, participa do 4º Congresso Popular dos Deputados da URSS, em Moscou, 27 de dezembro de 1990

O então secretário-geral da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), Mikhail Gorbachev, participa do 4º Congresso Popular dos Deputados da URSS, em Moscou, 27 de dezembro de 1990 - Sputnik Brasil, 1920, 31.08.2022
O então secretário-geral da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), Mikhail Gorbachev, participa do 4º Congresso Popular dos Deputados da URSS, em Moscou, 27 de dezembro de 1990

Trajetória politica

Mikhail Gorbachev nasceu em 2 de março de 1931, em Privolnoe, na região de Stavropol, sudoeste da Rússia, descendente de uma família de camponeses. Durante sua adolescência, irrompeu a Segunda Guerra Mundial. Na época, a família de Gorbachev vivia em território ocupado pela Alemanha nazista. O pai de Gorbachev lutou no front de guerra.
Em 1950, Gorbachev ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de Moscou, onde se graduou em 1955. Ele ingressou no Partido Comunista da URSS em 1962. Em 1971, ele atuou como membro do Comitê Central do partido, e em 1980 se tornou membro do Politburo, o comitê executivo do Partido Comunista.
Gorbachev foi alçado ao posto de líder da URSS em 1985. Em 1990, ele se tornou o primeiro e último presidente da URSS. Em 25 de dezembro de 1991, Gorbachev anunciou o fim do seu mandato como presidente após a assinatura do Acordo de Belovezha, que marcou a dissolução da URSS.
Vladimir Putin, presidente da Rússia, realizando reunião extraordinária do Conselho de Segurança, 21 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2022

Panorama internacional

Rússia: Ucrânia na URSS tinha condições de criar armas nucleares, lá há especialistas e tecnologias



Este conteúdo foi verificado por RJ-2309 RJ-0292 RJ-0958

CMIO confirmou esta notícia. Fonte;

Via Sputnik News- IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.